Tamanho do texto

Apresentada no último Salão Duas Rodas, a pré-venda da Ducati Supersport S acaba de começar e as primeiras unidades chegam nos próximos dias

Ducati Supersport S: Esportiva que carrega a essência italiana das corridas da motovelocidade
Divulgação
Ducati Supersport S: Esportiva que carrega a essência italiana das corridas da motovelocidade

Apresentada no Salão Duas Rodas de 2017, em novembro do ano passado, a Ducati Supersport S finalmente chega ao Brasil pelo preço de R$ 63.900. Segundo a fabricante, a pré-venda da moto começa oficialmente no dia de hoje (30 de julho) e as primeiras unidades desembarcam no país em agosto. Além disso, ainda segundo a Ducati, o modelo segue o padrão de design das superesportivas Panigale (especialmente da irmã 959 Panigale), mas possui posição de pilotagem mais relaxada e motor mais suave.

LEIA MAIS: Ducati Monster 797, um “monstro” que é acessível

A cor branca da Ducati Supersport S, apresentada no Salão Duas Rodas, ainda não está confirmada para chegar
Divulgação
A cor branca da Ducati Supersport S, apresentada no Salão Duas Rodas, ainda não está confirmada para chegar

A Ducati Supersport S é equipada com um motor dois cilindros, de 937 cc, com 113 cv e 9,8 kgfm, que funciona por meio do câmbio de seis marchas, comandado pelo “quick shift”, que permite trocas de marchas sem utilizar a embreagem. Além disso, conta com três modos de pilotagem (Esportivo, Turismo, Urbano), bem como freios ABS da Brembo, controle de tração, suspensão ajustável da Öhlins e painel digital.

LEIA MAIS: A Ducati Monster 1200S está melhor e mais em conta que nunca

Na dianteira, conta com uma bengala da Marzocchi de 41 mm, totalmente ajustável, além de pneus Pirelli Diablo Rosso III com medidas 120/70ZR 17 na dianteira e 180/55ZR17 na traseira. Por enquanto, a moto só terá como opção a cor vermelha, mas fora do país também há a opção branca, a mesma que estava no Salão.

LEIA MAIS: Ducati Multistrada 950, emoção que é apenas pouca coisa mais branda

Opcionais

O painel digital da Ducati Supersport S promete boa visibilidade e design para o habitáculo da motocicleta
Divulgação
O painel digital da Ducati Supersport S promete boa visibilidade e design para o habitáculo da motocicleta

Entre alguns de seus opcionais, destacam-se pára-brisa ajustável mecanicamente em 50 mm na altura (para maior conforto aerodinâmico em viagens), banco único e escape de saída dupla. Além disso, também é oferecida com um pacote opcional “Touring”, que inclui manoplas aquecidas, para-brisa ainda maior e malas laterais.

LEIA MAIS: Ducati XDiavel: um verdadeiro escândalo sobre as duas rodas!

Ducati Supersport S promete conforto e desempenho exemplar, devido aos equipamentos desenvolvidos nas pistas
Divulgação
Ducati Supersport S promete conforto e desempenho exemplar, devido aos equipamentos desenvolvidos nas pistas

Outros pacotes são o “Urban” - com alarme, bolsa de tanque e pedaleiras com borracha - além do pacote “Sport”, com peças em fibra de carbono e alumínio e pedal de marchas articulado. Por fim, tem ainda uma série de itens individuais, como amortecedor de direção, escape esportivo em titânio, banco com regulagem de altura e capa do banco, entre outros.

LEIA MAIS: Enfim, as novas e icônicas Honda CBR 1000RR Fireblade

O nome SuperSport foi adotado pela Ducati na década de 70 e foi utilizado até o início dos anos 2000 em motos com características de esportivas, mas sem abrir mão do conforto. A posição de pilotagem da Ducati Supersport S , por exemplo, lembra a das nakeds , com postura mais elevada por causa dos semiguidões fixados na parte de cima da mesa. Enquanto isso, as pedaleiras ficam menos recuadas, o que contribuem para um maior conforto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.