Tamanho do texto

Por R$ 22.990, se leva para casa 9 cv e 1,1 kgfm a mais de potência e torque, além da ergonomia aprimorada, novo painel e iluminação mais eficiente

Kawasaki arrow-options
Divulgação
Kawasaki Z400 chega com novidades para aprimorar a dirigibilidade, o desempenho e a quantidade de equipamentos

A Kawasaki anuncia a nova integrante da família de nakeds esportivas: a Z400. Com estreia agendada para 29 de agosto — no Festival Duas Rodas, que acontecerá no Autódromo de Interlagos (SP) até o dia 1º de setembro — traz elementos compartilhados com a Ninja 400. Além disso, a marca declara que desenvolveu melhorias no motor e no chassi, com 23% mais potência e 40% a mais de torque e 3 kg a menos. Terá preço público sugerido de R$ 22.990,00 (sem frete) nas cores verde e vermelho metálicos, e dois pretos sólidos.

LEIA MAIS: Yamaha R3 2020 chega renovada, com novo visual e equipamentos

Montada em novo chassi derivado da superesportiva Ninja H2, a Z400 é pensada para uma melhor manobrabilidade e agilidade. Além disso, a nova Kawasaki traz novo disco de freio dianteiro, com 310 mm, bem como um novo cilindro mestre — mais imediato (segundo a marca) — e o sistema de pinças Nissin mais recente, com ABS.

LEIA MAIS: Chega ao Brasil a Triumph Bonneville T120 Ace, limitada a 1.400 unidades

Outras mudanças estão na ergonomia. Agora, seu guidão está mais alto, enquanto o banco ficou mais estreito. A intenção era de facilitar o apoio dos pés ao solo e proporcionar mais conforto ao guidão.

LEIA MAIS: Yamaha Tracer 900 GT 2020 acaba de chegar às lojas com novidades

Mecânica e equipamentos

Kawasaki arrow-options
Divulgação
Novidades por baixo da estrutura foram pensadas para otimizar o desempenho e a experiência

Além de contribuir para marcar o visual da Z400, os novos faróis em LED são mais eficientes e com maior iluminação, pelo que afirma a montadora. Enquanto isso, o painel é o mesmo que equipa a Z650, de modo a facilitar a fácil leitura dos dados, com tacômetro digital que simula um conta-giros analógico, além do indicador de marchas ao centro e tela LCD multifuncional na parte inferior.

LEIA MAIS: Conheça detalhes de 5 motos esportivas seminovas de até R$15 mil

Por fim, traz um novo motor, com 48 cv e 3,9 kgfm (contra 39 cv e 2,8 kgfm da geração anterior). Para alcançar este resultado, a Kawasaki alterou o design do propulsor, incluindo nova admissão de ar, e inúmeros outros esforços para a redução de peso, apesar da capacidade cúbica ampliada. Com o câmbio de seis marchas e todos os fluidos, pesa um total de 167 kg.