Tamanho do texto

Será o primeiro carro plug-in hybrid produzido pela marca. Sua pré-venda acaba de se iniciar, por R$ R$ 199.990, e chegará a partir de 26 de novembro

Countryman Plug-in Hybrid será um dos destaques da Mini no Salão do Automóvel de 2018
Divulgação
Countryman Plug-in Hybrid será um dos destaques da Mini no Salão do Automóvel de 2018

A Mini confirma a presença do crossover Countryman em versão híbrida plug-in (que pode ser conectada na tomada para ser carregada) para o Salão do Automóvel 2018. Trata-se do primeiro carro deste tipo da marca produzido em série. O SUV será apresentado especificamente na configuração Cooper S E Countryman All4, que é vendida na Europa desde meados de 2017. A Mini destaca a pegada sustentável do modelo, ao mesmo tempo em que são mantidas características como performance e versatilidade.

LEIA MAIS: VW confirma: terá picape conceitual, nova rival da Toro, no Salão do Automóvel

Na mecânica, o Mini Countryman híbrido plug-in une 136 cv do motor 1.5 turbo, de 3 cilindros, a gasolina, com os 88 cv do elétrico, totalizando 224 cv de potência combinada. O modelo conta ainda com tração integral, autonomia em modo elétrico de 42 km e alcança os 100 km/h em apenas 6,8 segundos. O carregamento total leva de 2h15 a 3h15 em uma tomada doméstica. Seu objetivo é unir novos atributos provenientes da tecnologia limpa aos entusiastas da marca no  Salão do Automóvel 2018 .

LEIA MAIS: Novo Camaro será atração do Salão do Automóvel de 2018

O Salão do Automóvel 2018 mais eletrificado

Modelo é um dos símbolos da edição mais eletrificada do Salão do Automóvel 2018
Divulgação
Modelo é um dos símbolos da edição mais eletrificada do Salão do Automóvel 2018

O Mini tem a possibilidade de rodar em modo puramente elétrico. Nele, consegue uma autonomia máxima de 42 km e atinge a velocidade máxima de 125 km/h. No total, são três modos de condução selecionáveis, dois dos quais eléctricos: o AutoeDrive permite rodar em modo eléctrico até um máximo de 80 km/h; MaxeDrive permite atingir os 125 km/h; e o modo Save Battery que faz com que apenas funcione o motor a gasolina (nisso, torna-se um tração dianteira), para manter a carga da bateria sempre acima dos 90% e recuperar carga para depois.

LEIA MAIS: Aceleramos o raro Fiat Coupé no Autódromo de Interlagos. Assista ao vídeo

Entre os equipamentos do Mini híbrido do Salão do Automóvel 2018 , além das luzes diurnas com leds, o carro traz fechamento elétrico do porta-malas, tela da central multimídia sensível ao toque, recarga de celulares por indução e outros dois recursos. Um deles é uma almofada para ser apoiada na soleira do porta-malas, para que alguém possa se sentar ali, com a porta aberta e o carro estacionado; outro é o aplicativo Find Mate, que ajuda a localizar objetos, como  deixados no carro, via Bluetooth.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.