Tamanho do texto

SUV foi lançado há quatro anos, no Salão de Pequim (China). E já pede mudanças em alguns mercados. No Brasil, vai levar um tempo para mudar

Hyundai Creta roda pela cidade de Chennai, no extremo sul da Índia, com disfarces que escondem mudanças
Reprodução/CarToq
Hyundai Creta roda pela cidade de Chennai, no extremo sul da Índia, com disfarces que escondem mudanças

A Hyundai já trabalha na versão reestilizada do SUV Creta, modelo que foi lançado no Salão de Pequim (China), em abril de 2014, no mercado asiático. Portanto, já se passaram quase 4 anos, o que é o prazo máximo que as fabricantes constumam adotar mudanças no visual dos seus modelos para que ganhem apelo no mercado e passem a vender mais. As imagens do site indiano Cartoq mostram o utilitário esportivo Hyundai Creta rodando pelas ruas de Chennai (Índia), com disfarces que escondem boa parte da carroceria, inclusive a frente e a traseira.

LEIA MAIS: Hyundai Creta Pulse Plus 1.6:  andamos na versão mais interessante do SUV

No Brasil, o Hyundai Creta foi mostrado apenas no Salão do Automóvel, em novembro de 2016, no São Paulo Expo. E começou a ser vendido apenas entre o fim do mesmo ano e o início de 2017 com algumas mudanças no desenho em relação ao modelo vendido em outros mercados. Com isso, por aqui o carro ainda vai levar algum tempo para receber mudanças visuais, o que pode acontecer em 2019, ano em que também está sendo esperado o lançamento da nova geração do HB20. Atualmente, o Creta é o segundo SUV compacto mais vendido do País, atrás apenas do Honda HR-V, que vai ser reestilizado no Brasil, provavelmente, no segundo semestre. 

Pelas partes cobertas pela fabricantes, mudanças estarão apenas em novos detalhes estéticos, nada muito radical
Reprodução/Cartoq
Pelas partes cobertas pela fabricantes, mudanças estarão apenas em novos detalhes estéticos, nada muito radical

De acordo com o site indiano, as novidades no Creta vão incluir frente renovada, o que inclui novos faróis e grade dianteira redesenhada. Além disso, também vão mudar os para-choques e o carro ganhará jogos de rodas inéditos. Na traseira, entretanto, as mudanças serão mais discretas, assim como no interior, que passará a ter apenas nova central multimídia compatível com Apple Car Play e Android Auto entre as principais alterações em relação à versão original. Outra novidade será o remapeamento da central de comando do motor 1.6 a diesel, oferecido na Índia.

LEIA MAIS: Hyundai Creta Prestige enfrenta Honda HR-V Touring, ambos topos de linha

E a picape Creta STC?

Hyundai Creta STC: versão conceitual mostrada no Salão do Automóvel, no São Paulo Expo, ainda está nos planos
Nicolas Tavares/iG Carros
Hyundai Creta STC: versão conceitual mostrada no Salão do Automóvel, no São Paulo Expo, ainda está nos planos

 Mostrada como protótipo na edição mais recente do Salão do Automóvel, em 2016, a picape Creta STC ainda está na pauta da Hyundai no Brasil uma vez que outras fabricantes no País também terão modelos no mesmo segmento, do qual hoje fazem parte apenas Fiat Toro e Renault Duster Oroch. Porém, pelo menos Volkswagen e GM também deverão ter picapes intermediárias no Brasil, aquelas entre as leves (como Saveiro e Strada) e as médias (S10, Hilux, Ranger).

LEIA MAIS: Hyundai Creta Sport começa a chegar às concessionárias por R$ 94.990

Pelo o que se sabe até agora, o Hyundai Creta STC mede 4,65 metros de comprimento por 2,8 m de entre-eixos . Ainda não se sabe qual é o conjunto mecânico que poderá equipar a nova picape, mas deverá estar em sintonia com a do SUV Creta. E basta dar uma olhada na versão conceitual para não ter dúvida de que o arrojo será um dos itens mais marcantes do futuro utilitário da marca coreana. Entre outros detalhes, o carro deverá ter LED no lugar de lâmpadas nos faróis e lanternas, bem como rodas com aro de até 21 polegadas. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.