Tamanho do texto

O recém-lançado cupê do cavalo prateado chega com motor de 466 cavalos e câmbio de 10 marchas para desafiar o líder do segmento. Qual vence?

Camaro e Mustang são dois esportivos do jeito americano de ser, ou seja, nada discretos e sem poupar gasolina no tanque
Caue Lira/iG
Camaro e Mustang são dois esportivos do jeito americano de ser, ou seja, nada discretos e sem poupar gasolina no tanque

Não era o melhor dia para queimar litros de gasolina em dois esportivos americanos com sedentos motores V8: Camaro e Mustang. Postos abarrotados, estradas bloqueadas por caminhoneiros protestando contra o preço do diesel e medo de secarem os reservatórios de combustível em todo País.  Mas foi nesse cenário meio apocalíptico que fizemos as fotos do confronto entre os míticos Chevrolet Camaro SS (R$ 310 mil) e Ford Mustang GT (R$ 299.000), rivais desde o final dos anos 60, um pouco antes da crise do petroleo.

LEIA MAIS: Mustang e Camaro provam que o Brasil fracassou. Saiba detalhes

Nessa briga de Camaro e Mustang ,  o cupê do cavalo prateado é o desafiante, já que acaba de chegar ao Brasil para atrapalhar a festa do GM, líder do segmento ultimamente. Foi a primeira vez em dez anos que ponho as mãos em um Mustang depois de ter acelerado a geração anterior, na rara versão Shelby Cobra, trazida por um importador independente. E embora tenha ficado claro que o carro evoluiu em vários aspectos, o espírito de legítimo “muscle car” se manteve intacto.

Por falar em evolução, a do Camaro ficou ainda mais evidente nessa atual geração. Perdeu  exatos 83 kg de peso, o que ajudou a dar mais disposição ao carro em um conjunto com uma série de melhorias e aperfeiçoamentos como parte de uma lista gigantesca de mudanças. Para se ter uma ideia, o cupê ganhou 43% de rigidez torcional e 50% de pressão aerodinâmica no aerofólio traseiro, fruto de um trabalho de  350 horas em túnel de vento.

Será que isso é o suficiente para o GM vencer o arqui-rival da Ford? Vamos por partes. A briga entre os dois é mesmo bastante acirrada e acaba sendo decidida por detalhes mais modernos do Mustang, que vem com seis modos de condução (do normal ao drag, para arrancadas, que permite travar o eixo dianteiro e sair queimando a borracha dos pneus traseiros) e inclui até ajustes dos amortecedores, controlados eletronicamente. 

No Camaro, são 4 modos de condução (pisos escorregadios, esportivo, passeio e pista). E o acerto da suspensão convencional acaba deixando a condução no dia a dia sobre o asfalto lunar da maioria das vias no Brasil um tanto desconfortável. Além disso, apenas o Mustang pode vir com um pacote de itens de segurança um pouco mais refinado, do qual fazem parte itens como controle de cruzeiro adaptativo e detector de pedestres.

LEIA MAIS: Ford Mustang GT:  aceleramos a nova geração do cupê com V8 de 466 cavalos

A possibilidade de personalizar até o ronco do V8, ou o peso do volante, e a configuração dos instrumentos que aparecem no cluster é outra vantagem do modelo da Ford na comparação com o concorrente da GM. Entretanto, ambos aceleram quase juntos, da maneira que os americanos gostam, com ronco escandaloso do V8 e sem toda a precisão cirúrgica dos esportivos alemães.


Para começar, embora o 5.0 do Mustang seja um pouco mais potente que o 6.2 do Camaro (466 cv ante 461 cv), a relação entre peso e potência dos dois é praticamente igual (3,7 kg/cv no GM e 3,8 kg/cv no Ford), o que leva a uma aceleração de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos no caso do Mustang e 4,2 s no Camaro, considerando os dados das fabricantes. De qualquer forma, a sensação de acelerar o Ford transmite mais emoção pelo ronco mais encorpado do V8 Coyote na comparação com o LT1 do GM.

Ao volante do Mustang, dá para se sentir o Steve McQueen nas memoráveis cenas do filme "Bullit", de 1968, contra outro muscle car da pesada, o Dodge Charger R/T. Não apenas pelo som borbulhante que sai pelas saídas de escape, mas pelo comportamento arisco nas curvas e ao acelerar sem dó, fazendo as rodas traseiras cavarem o asfalto, deixando um rastro de fumaça pelo caminho.

LEIA MAIS: Novo Camaro tem mudança radical e acelera como supercarro. Veja a avaliação.

O Camaro também é um cupê americano viceral, mas de um jeito um pouco mais discreto, digamos. Ok, acelere e logo você perceberá que não está em um Audi RS5, nem em um BMW M4, ou um Mercedes C43 S Coupé AMG, já que vai prescisar controlar“no braço”a vontade traseira passar na frente do resto do carro, sem os diversos controles eletrônicos e materais leves e resistentes como parte de um projeto de engenharia mais refinado.

Depois que a poeira baixou

Interior do Mustang vem com bancos de couro e sistema multimídia Sync3, o mais moderno da marca atualmente
Caue Lira/iG
Interior do Mustang vem com bancos de couro e sistema multimídia Sync3, o mais moderno da marca atualmente

 Na questão do desempenho ambos de equivalem, com uma ligeira vantagem para o Mustang na questão do conforto ao rodar e na emoção em acelerar. Mas passada briga quente entre os dois, vamos aos detalhes de equipamentos e do interior. Ambos têm comodidades como bancos dianteiros com aquecimento e ventilação, mas no Chevrolet até a inclinação do encosto é elétrica, ao contrário do Ford, por alavanca.

O Mustang dá o troco com um pouco mais de espaço interno, inclusive no porta-malas (382 litros ante 208 do Camaro). Mas o GM contra-ataca com algumas facilidades como head up display (projeção das principais informacões dos instrumentos no para-brisa), freio de estacionamento elétrico e sistema OnStar, que inclui serviço de concierge . Além disso, apenas o Chevrolet pode vir com teto solar e tem versão conversível.

A visibilidade no Mustang, porém, é um pouco melhor e menos claustrofóbica. Isso porque a posição de dirigir no GM é mais baixa que no Ford, que se aproxima mais da impressão de que você está num sedã e não em um cupê esportivo devorador de asfalto (e gasolina também, já que faz só 5,6 kml na cidade, ante 5,9 km/l do Camaro, de acordo com o Inmentro). 

LEIA MAIS: Revelado o novo Camaro ZL1, o cupê bad boy mais potente da história da GM

Para superar o ronco dos V8, o sistema de som precisa de se alta-fidelidade. E os dois não decepcionam. O do Camaro é da Bose e do Mustang da Skaker e funcionam a contento. Mas os faróis do Ford são mais sofisticados por funcionarem apenas com LED, mais edficientes.     

Conclusão

Entre pros e contras, o recém-lançado Mustang sai com uma vitória apertada por transmitir mais emoção ao dirigir e por ter alguns itens mais modernos que os do Camaro, embora os dois tenham desempenho praticamente igual na hora de acelerar. Mas isso pode mudar, uma vez que a GM deverá trazer a versão renovada do seu cupê, inclusive na versão mais potente ZL1. Como sempre, a rivalidade entre Camaro e Mustang vai continuar por mais algum tempo…

Ficha Técnica - Chevrolet Camaro SS 6.2 V8

Preço: a partir de R$ 310.000

Motor:  6.2, V8, 16válvulas, gasolina

Potência:  461 cv a 6.000 rpm

Torque:  62,9 kgfm a 4.400 rpm

Transmissão:  Automático, oito marchas , tração traseira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / independente (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteiros e traseiros)

Pneus:  245/40 R20 (dianteiros) e 275/35 R20 (traseiros) Goodyear Eagle F1

Dimensões: 4,78 m (comprimento) / 1,89 m (largura) / 1,34 m (altura), 2,81 m (entre-eixos)

Tanque: 72 litros

Porta-malas: 208 litros 

Consumo gasolina: 5,6 km/l (cidade) / 8 km/l (estrada)

0 a 100 km/h: 4,2 segundos 

Velocidade máxima: 290 km/h 

Ficha Técnica - Ford Mustang GT 5.0 V8

Preço: a partir de 299.900

Motor:  5.0, V8, 32 válvulas, gasolina

Potência:  466 cv a 7.000 rpm

Torque:  56,7 kgfm a 4.600 rpm

Transmissão:  Automático, dez marchas, tração traseira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / Independente (traseira)

Freios:  Discos ventilados (dianteiros e traseiros) 

Pneus:  255/40 R19 (dianteiros) e 275/40R 19 (traseiros) Michelin Pilot 

Dimensões: 4,79 m (comprimento) / 1,92 m (largura) / 1,38 m (altura), 2,72 m (entre-eixos)

Tanque: 60 litros

Porta-malas: 382 litros 

Consumo gasolina: 5,9 km/l (cidade) / 8,9 km/l (estrada)

0 a 100 km/h: 4,3 segundos

Velocidade máxima:  250 km/h 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.