Tamanho do texto

Modelo atual, porém, deverá ser vendido junto com o novo que chega no fim do ano. Economia de combustível é principal destaque do carro

Chevrolet Prisma  tem a cor Azul Imperial entre as poucas novidades da linha 2019 antes da chegada da nova geração
Carlos Guimarães/iG
Chevrolet Prisma tem a cor Azul Imperial entre as poucas novidades da linha 2019 antes da chegada da nova geração

A nova geração do Chevrolet Prisma roda em testes no Brasil e começa a ser vendida no fim do ano, com nova plataforma global desenvolvida em conjunto com a SAIC, braço da GM na China. Mas tudo indica que o modelo atual, da linha 2019, pode continuar sendo oferecido junto com o novo, que é líder do segmento. Com isso, a versão LT de hoje passaria a fazer as vezes da Joy no ano que vem.

LEIA MAIS: Flagra! Novo Chevrolet Prisma é visto em testes, ainda camuflado

Portanto, não é à toa que a linha 2019 do Chevrolet Prisma LTZ recebeu poucas mudanças. De novo, destacam-se apenas detalhes como a cor Azul Imperial e os bancos totalmente revestidos de couro, algo que não era oferecido anteriormente pela GM. Mas apesar de quase não ter novidades, o carro se mostrou bem econômico no dia a dia como principal qualidade.

De acordo com dados do Inmetro, o Prisma LTZ é capaz de fazer 12,5 km/l na cidade e 15,3 km/l na estrada, com gasolina, números que passam para 8,5 km/l e 10,5 km/l, respectivamente, com etanol. Com o tanque de 54 litros, chega-se a uma autonomia teórica de até 826 km na estrada e 675 km na cidade. 

Mais detalhes do Chevrolet Prisma

O câmbio manual, de seis marchas, com relações bem escalonadas ajuda bastante para manter o carro econômico. A sexta marcha é bem longa (0,61:1), e funciona para economizar combustível e manter o giro do motor mais baixo em viagens. A 120 km/h, o ponteiro marca 3.000 rpm, mantendo o interior em silêncio. Entretanto, a velocidade máxima é atingida em quinta.

LEIA MAIS:  Revelada na China a nova geração do Chevrolet Prisma

Ainda bem que a caixa de seis marchas também tem boa trambulação, uma vez que é preciso fazer reduções se quiser extrair boa agilidade do 1.4 flex, de 8 válvulas, que rende 106 cv e 13,9 kgfm a altos 4.800 rpm. É um motor que está no último degrau de desenvolvimento,com taxa de compressão relativamente alta (12,4:1) e funcionamento suave.

Algo que deverá melhorar no novo Prisma que deverá chegar no fim do ano é a ergonomia. A central multimídia fica em posição mais baixa que o ideal e contrasta com o alto ponto H, que é fica no centro do quadril de quem está sentado no banco do motorista. Essa combinação obriga desviar o olhar para baixo para ver a tela do multimídia, que também deverá evoluir na nova geração do sedã.

LEIA MAIS: Chevrolet Prisma chega à linha 2019 com uma série de novidades

Bom é que o carro pode vir com sistema OnStar de telemática avançado que oferece ao motorista serviços de emergência, segurança, navegação e conectividade, além de oferecer serviços de concierge. Além disso, há espaço de sobra no porta-malas de 500 litros. Contudo, faltou acabamento na parte interna da tampa traseira, o que mostra uma certa falta de capricho. 

Com espaço suficiente para levar cinco ocupantes com  certo conforto, o sedã da GM tem entre os princioais itens de série ancoragem ISOFIX para cadeiras infantis e top tether , monitoramento da pressão dos pneus, câmera de ré, multimídia com tela sensível do toque de 7 polegadas, faróis auxiliares de neblina, entre outros equipamentos. 

Conclusão

O Chevrolet Prisma atual é um sedãzinho econômico, com porta-malas espaçoso e líder de vendas do segmento. São motivos suficientes para que continue sendo vendido como opção mais em conta diante da nova geração que chega no fim do ano. Com isso, a GM deverá se uma opção de sedã compacto mais em conta e outra com maior nível de sofisticacão.  

Ficha Técnica

Preço:  a partir de R$ 64.690 (LTZ)

Motor: 1.4, quatro cilindros,  flex

Potência: 106 cv a 6.000 rpm

Torque: 13,9 kgfm a  4.800 rpm

Transmissão:  Automático, 6 marchas, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira) e eixo de torção (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira

Pneus: 185/65 R15 (LTZ)

Dimensões: 4,28 m (comprimento) / 1,71 m (largura) / 1,48 m (altura), 2,53 m (entre-eixos)

Tanque : 54 litros

Porta-malas: 500 litros

Consumo: 12,9 km/l (cidade) /15,4 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 10,5 segundos 

Vel. Max: 180 km/h 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas