Tamanho do texto

Sedã evolui, mas se mantém conservador contra o trio de ferro alemão. Veja as impressões ao volante do modelo de R$ 229.990 nas ruas brasileiras

Volvo S60 arrow-options
Cauê Lira/iG Carros
Por R$ 229.990, o novo Volvo S60 T5 Inscription terá que brigar em segmento de clientes fieis

Convenhamos, o Volvo S60 T5 Inscription é um pouco mais careta na comparação com os principais rivais do trio de ferro alemão. Ele tem silhueta sóbria, linguagem visual interessante e uma solução bem peculiar para o design das lanternas traseiras, mas ainda falta uma identidade mais despojada para aflorar o interesse.

LEIA MAIS: Toyota Camry é o carro de patrão definitivo

Se o novo BMW 330i não tem medo de usar jeans rasgado com blazer, o S60 está mais para esporte fino. O design é bacana, ainda mais com a acentuação do martelo de Thor nos faróis, mas talvez falte uma textura diferenciada na grade dianteira - ou rodas com traços mais esportivos.

Na comparação com a geração anterior do S60, não resta dúvida de que o novo evoluiu em vários aspectos. O carro fico mais longo (+12,6 cm), mais baixo (-5,3 cm) e com distância entre os eixos maior (+9,6 cm). A parte aerodinâmica recebeu atenção especial dos engenheiros suecos, atingindo o ótimo coeficiente de arrasto (Cx) de apenas 0,27.

Isso favoreceu a dinâmica do sedã, que também ganhou downforce para ficar pregado ao chão nas curvas mais intensas. Ajustes na suspensão também foram feitos para melhorar o desempenho, mas vale dizer que o vão livre do solo aumentou de 13,6 cm para 14,2 cm - bom para uma cidade cheia de lombadas e valetas como São Paulo.

Como o S60 está mais baixo e ao mesmo tempo tem maior vão livre do solo, os pés dos passageiros ficam apoiados no chão em posição mais elevada. Quatro adultos e uma criança viajam com conforto, mas um carro dessa categoria não ter saídas de ar-condicionado para quem vai atrás é, no mínimo, absurdo.

Menos é mais

Volvo S60 arrow-options
Divulgação
O cluster 100% digital do Volvo S60 também exibe informações de navegação

Este Volvo não faz estardalhaço com sua tecnologia embarcada. Apesar da grande central multimídia em formato de tablet e o cluster 100% digital, o sedã sueco busca o design minimalista e limpo. Estilo escandinavo, como diriam os designers de interiores. Os comandos do ar-condicionado estão integrados à multimídia, a fim de eliminar botões físicos.

LEIA MAIS: VW Jetta GLI está quase sozinho no Brasil. Veja impressões ao volante

O problema da tela de nove polegadas é o formato vertical, dificultando a navegação em apps do Apple CarPlay e Android Auto. Na parte de conectividade, um dos atrativos é o Volvo OnCall, que permite controlar diversas funções do carro por meio de aplicativo de celular, envio de mapa de GPS quando necessário, localização do veículo em caso de roubo ou furto, auxílio em emergências, entre outras funções disponíveis gratuitamente durante o prazo de garantia de dois anos. Depois disso, paga-se por um pacote à parte que custa R$ 800 por ano.

Rodando na cidade, o Inscription se mostra muito mais conveniente que A4 e Série 3 - culpa do bom acerto de suspensão que alivia bem os impactos do asfalto castigado. Os pneus ainda lêem as imperfeições e mudanças de textura das ruas, mas o trabalho da Volvo neste arranjo é digno de aplausos. Trata-se de um sedã muito macio e confortável.

A posição de guiar é baixa, facilitada pelas regulagens elétricas do banco do motorista. Se este “volantão” fosse menor, o S60 até poderia transmitir certa esportividade - mas não é o caso.

Por conta da carroceria feita de aços de ultra, extra e alta resistência, o S60 ficou muito pesado. São 1.850 kg, contra apenas 1.470 kg do rival bávaro 330i. Aliando isso ao câmbio automático, de oito marchas, que prioriza giros mais baixos, o sedã sueco não passa a impressão de ter 254 cv de potência e 35,7 kgfm de torque.

Claro, a Volvo é famosa por colocar a segurança em primeiro lugar; uma vez que o objetivo é zerar mortes e ferimentos graves em seus automóveis novos até 2025. Também foram incluídos airbags nas laterais dianteiras e do tipo cortina.

O conjunto anima

Volvo S60 arrow-options
Divulgação
Apesar da simplicidade no desenho, habitáculo do Volvo S60 é feito de materiais de ótima qualidade

O motor 2.0 turbo pode levar o sedã de 0 a 100 km/h em 6,5 segundos, e também proporciona números adequados de consumo: 9,3 km/l na estrada e 12,5 km/l na rodovia, conforme o Inmetro. Bons resultados, considerando o corpanzil.

LEIA MAIS: Mercedes-Benz A250 Vision: as aparências enganam

Após um fim de semana muito agradável com o Volvo S60 , suas qualidades colocaram nuvens densas à frente dos defeitos. Mas ainda fico com a impressão de que ele poderia ser mais despojado para atrair um público mais jovial. Deixar a camisa social e alpargatas no guarda-roupas, às vezes, faz bem. Por R$ 229.990, o T5 Inscription tem atributos para balançar o segmento.

Volvo S60 T5 Incription

Motor: 2.0, quatro cilindros, gasolina 

Potência: 254 cv a 5.500 rpm 

Torque: 35,7 kgfm a  1.500 rpm

Transmissão:  Automático, 8 marchas, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira) e multibraço (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e na traseira

Pneus: 235/45 R18 

Dimensões: 4,76 m (comprimento) / 1,85 m (largura) / 1,43 m (altura), 2,87 m (entre-eixos)

Tanque : 55 litros

Porta-malas: 442 litros

Consumo: 9,3 km/l (cidade) /12,5 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 6,5 segundos 

Vel. Max: 220 km/h