Modelo baseado no TGX serve de laboratório para futuro caminhão elétrico da MAN
Divulgação
Modelo baseado no TGX serve de laboratório para futuro caminhão elétrico da MAN

A tradicional fabricante de caminhões MAN e a ABB se juntaram para o desenvolvimento de tecnologias para a produção de caminhões elétricos e com carregamento ultra-rápido, em megawatts.

O principal atrativo do protótipo apresentado no antigo aeroporto de Berlim-Tempelhof é a autonomia entre 600 e 800 km e a tecnologia que permitirá  carregamento a partir de 1 mWh, permitindo que as baterias se recarreguem em até 30 minutos.

"Precisamos descarbonizar o transporte rodoviário de cargas para atingir nossas metas climáticas. Para que isso aconteça, estamos nos concentrando no aumento do mercado de veículos comerciais e no desenvolvimento de uma infraestrutura de carregamento de alto desempenho correspondente. ", disse o Ministro Federal de Digital e Transporte Dr. Volker Wissing. 

Atualmente, os carregadores elétricos para carros de passeio e comerciais leves possuem no máximo 350 kWh de potência, o que permite cargas bastante rápidas para veículos leves, mas para caminhões carregados, o tempo de recarga atrasaria a operação.

Executivos da MAN Truck%Bus na frente do caminhão elétrico que dá mais um passo rumo à eletrificação da linha
Divulgação
Executivos da MAN Truck%Bus na frente do caminhão elétrico que dá mais um passo rumo à eletrificação da linha

Alexander Vlaskamp, CEO da MAN Truck & Bus , enfatizou que “acelerar a expansão da infraestrutura de carregamento é a única maneira de alcançar a evolução do transporte e cumprir as metas climáticas”

E ainda apresentou os planos da fabricante de instalação de carregadores: “Estamos participando de uma joint venture com parceiros do setor para desenvolver e operar uma rede de carregamento público de alto desempenho com o objetivo de pelo menos 1.700 pontos de carregamento de eletricidade verde em toda a Europa”, encerrou Vlaskamp. 

O protótipo da MAN está previsto para ser lançado em 2024, mas ainda na fase experimental já possui os requisitos técnicos para os sistemas de carregamentos de alta voltagem desenvolvidos pela ABB, que planeja lançar mais carregadores no mercado nos próximos anos.

"Trabalhamos no desenvolvimento dos padrões de alto desempenho há muitos anos. O carregamento de megawatts exigirá uma nova tecnologia de energia com mais de 1.000 volts, portanto, segurança elétrica do sistema e confiabilidade são essenciais nesses níveis de energia.” disse Frank Mühlon, CEO da ABB E-mobility

“Nossa ambição é levar essa nova tecnologia ao mercado no prazo de três anos. No passado, essas fases de desenvolvimento costumavam demorar muito mais", completou Mühlon. 

Um dos principais desafios para a introdução da tecnologia de carregamento em megawatts é estabelecer um padrão para os plugs de carregamento.

O governo alemão financia o projeto “HoLa” que busca desenvolver a tecnologia e irá instalar dois pontos de recarga na rodovia A2, que liga Oberhausen ao anel rodoviário de Berlim,  e servirá de base para a expansão nacional.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários