Modelo fabricado pela BYD foi adaptado pela Neoenergia para desenvolver tecnologia
Divulgação
Modelo fabricado pela BYD foi adaptado pela Neoenergia para desenvolver tecnologia

A Neoenergia, uma das líderes do setor de geração e transmissão de energia elétrica no Brasil, vem executando um projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) de um caminhão elétrico com cesto aéreo para uso em serviços de distribuição de energia elétrica.

A maior novidade trazida pelo projeto é a possibilidade de carregar o veículo diretamente na rede elétrica , tornando assim, o veículo mais eficiente e com autonomia maior, já que não necessita retornar às bases operacionais para recarregar durante sua rota.

O veículo é baseado no BYD T7 e possui tecnologia de telemetria que permite acompanhamento de informações relacionadas às baterias e roteirização das atividades desempenhadas pelos Centros de Operações Integradas das distribuidoras, assim, é possível calcular a necessidade de recarga e os pontos disponíveis para sua realização.

 “Esse projeto de P&D faz parte de uma estratégia de investimento para desenvolver a mobilidade elétrica no Brasil. Com o nosso caminhão elétrico , além de contribuir para a criação de um novo produto nacional, inovamos no gerenciamento da recarga e alcançamos um sistema seguro e eficiente para recargas na própria rede”, afirma o gerente corporativo de Pesquisa e Desenvolvimento da Neoenergia, José Antonio Brito.

As adaptações ao BYD T7 permitem recargas diretamente na rede elétrica da distribuidora, mas somente em pontos pré-determinados, e o projeto vem sendo testado nas cidades de Limeira e Mairiporã, em São Paulo, área de concessão da Neoenergia Elektro.

 “A eletrificação da frota é uma das etapas para que a Neoenergia alcance a meta de reduzir em até 50% as emissões de carbono até 2030. Hoje, os modelos híbridos e elétrico s já são realidade na Frota da companhia e o desenvolvimento do caminhão elétrico contribui com a expansão dessa estratégia”, afirma o superintendente de Serviços Gerais, William Nascimento.

O caminhão é parte do Programa de Mobilidade Sustentável da Neoenergia, que busca expandir a infraestrutura de recarga . Uma dessas iniciativas é o Corredor Verde, que será a primeira eletrovia do Nordeste, e irá instalar 18 eletropostos ao longo de 1,2 mil quilômetros entre a Bahia e o Rio Grande do Norte.

Em Fernando de Noronha, a Neoenergia conduz um estudo de viabilidade do negócio de mobilidade na ilha, e irá fornecer veículos e instalar postos de recarga e usinas solares.

A frota da Neoenergia vem passando por transição de veículos a combustão para modelos com energia elétrica desde março de 2020, e atualmente conta com 90 veículos híbridos e 63 100% elétricos.

Hoje, a Neoenergia já possui postos elétricos em todas suas sedes administrativas e vem instalando também em suas bases operacionais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários