Jipão de luxo entra no lugar do GL com novo desenho e uma dose extra de sofisticação

A Mercedes-Benz  dá início à fabricação do seu maior utilitário esportivo, o gigantesco GLS , que substitui o GL . O carro sai da linha da montagem em Tuscaloosa, no Alabama (EUA) direto para o mercado norte-americano e chega ao Brasil em abril, o que foi confirmado pela própria fabricante. Por aqui, será vendido com motor V6 turbodiesel, de 240 cv.

A marca alemã tem aumentado bastante suas vendas globais no terreno dos SUVS. Entre janeiro último e o mesmo mês do ano passado, a alta foi de 62,5%, o que foi ajudado pelo lançamento de vários modelos, como o GLE , GLC e o GLE Coupe .

Em relação ao GL , o novo SUV tem uma série de diferenças. Começa com o desenho renovado que inclui faróis e lanternas com LEDs no lugar de lâmpadas, para-choques reestilizados e inéditos conjuntos de rodas. Porém, as medidas continuam gigantescas: 5,13 metros de comprimento por 1,93 m de largura e 1,85 m de altura.

Por dentro, as novidades trouxeram o GLS ao século 21. Além da tela sensível ao toque de alta definição agora há novo volante de três raios e um quadro de instrumentos todo renovado. Assim como no GL , o carro vem com três fileiras de assentos.

Na parte estrutural, uma evolução importante fica por conta dos amortecedores controlados eletronicamente como parte do sistema de suspensão a ar. Isso tornou possível incluir um selector no console central para escolher o ajuste mais adequado para cada tipo de piso ou situação.

Aliás, o que não falta é tecnologia embarcada no GLS . Entre outros recursos, incluíram alerta para colisão iminente que pode frear o carro sozinho em casos extremos. Também fazem parte da lista “hi-tech” itens como limpadores de para-brisa com lavadores embutidos e dispositivo que reduz a inclinação da carroceria das curvas.   

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.