Tiggo será o terceiro modelo a ser produzido pela Chery no Brasil. Confira o que sabemos sobre o próximo lançamento da Chery

Futuro nacional, o Chery Tiggo 3X estreia no Salão do Automóvel, em novembro, com motor 1.6 de 109 cv
Reprodução/Chinamobil.ru
Futuro nacional, o Chery Tiggo 3X estreia no Salão do Automóvel, em novembro, com motor 1.6 de 109 cv

Ao mesmo tempo que a Chery comemora seus dois anos de produção no Brasil, a marca segue correndo para conseguir um modelo que tenha um desempenho melhor em vendas. A marca chinesa está preparando a linha de produção da fábrica em Jacareí, no interior de São Paulo, para montar um SUV, o Tiggo 3X (o nome deve mudar quando for lançado). Sua apresentação oficial está marcada para o Salão do Automóvel, entre os dias 10 e 20 de novembro.

Será um lançamento de extrema importância para a Chery, em uma tentativa para justificar os US$ 430 milhões investidos para erguer a fábrica no interior paulista. Com capacidade produtiva de até 50 mil carros por ano, o complexo trabalha muito abaixo disso. De janeiro até agosto, venderam apenas 949 unidades do Celer , nas carrocerias hatchback e sedã. Até o fim do ano, irão iniciar a produção do subcompacto New QQ .

LEIA MAIS: Chery mostra teaser do novo Tiggo 7

O novo Tiggo 3X utiliza a mesma arquitetura e o motor 1.5 16V do Celer . Produz 109 cv e 14 kgfm de torque, com gasolina, um valor baixo para um carro que pesa pouco mais 1.200 kg. Será combinado a um câmbio manual de cinco marchas, com a transmissão CVT como opcional – tecnologia ainda inédita nos carros da Chery no Brasil e que irá aposentar a caixa automática de quatro velocidades.

A parte mecânica pode decepcionar, mas o design vai agradar bastante. É um dos primeiros modelos da fabricante a assumir a nova linguagem de design, que traz uma identidade própria. Os faróis usam lâmpadas de LED para iluminação diurna e fica interligados à nova grade tridimensional. No para-choque estão as lanternas de posicionamento, também em LED. No modelo apresentado no Salão de Pequim (China), usava rodas 17” de liga leve.

LEIA MAIS: Chery Tiggo 3X é apresentado no Salão de Pequim, na China

O plano dos chineses segue o mesmo: oferecer uma alternativa mais barata e com mais equipamentos para quem está de olho em um Ford EcoSport ou Honda HR-V. Preços ainda não foram revelados, mas deve custar entre R$ 55 mil e R$ 60 mil, na faixa de venda dos hatchbacks aventureiros, como Chevrolet Onix Activ e Hyundai HB20X , o que o deixaria mais competitivo e atraente para o bolso.

Ataque dos SUVs

Além do Tiggo 3X, a Chery irá apostar em mais utilitários para o Brasil. O próximo lançamento deve ser o Tiggo 5 , um SUV com dimensões maiores e que deve ter até versão de 7 lugares. Virá importado no primeiro momento, com produção nacional confirmada para o futuro. O último será o Tiggo 7 , o maior e mais equipado crossover da marca e que deve chegar por aqui apenas em 2017.

LEIA MAIS: Os 10 carros pequenos mais baratos do Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.