Segunda geração do sedã será feita em Rosário e será apresentada no dia 3 de maio. No Brasil, deve chegar em junho

Flagra do Chevrolet Cruze pronto, feito em Rosário (Argentina).
Reprodução/Ferd
Flagra do Chevrolet Cruze pronto, feito em Rosário (Argentina).

Falta pouco para o novo Chevrolet Cruze ser lançado na América do Sul. Pouco depois do site Argentina Autoblog publicar o convite da General Motors para a apresentação, que ocorre entre os dias 3 e 5 de maio , eis que surge a primeira imagem do sedã pronto e sem disfarces. É a versão definitiva, feita na fábrica em Rosário (Argentina).

Na foto, divulgada no Facebook pela página Ferd , estão três unidades do Cruze . A branca é a versão de entrada, sem farós de neblina. Ao redor aparecem mais dois sedãs, aparentemente de versões mais caras. É possível notar que os faróis auxiliares no para-choque são redondos, ao contrário dos retangulares utilizados no modelo norte-americano. Falta também a moldura cromada em volta das luzes de neblina.

A fábrica em Rosário recebeu um investimento de US$ 750 milhões, usados para adequar o complexo para ser capaz de produzir os carros com a plataforma D2XX. Até o fim do ano, começa a fabricar a versão hatchback, para começar a vender em 2017. Com a ida do Cruze para a Argentina, o complexo em São Caetano do Sul (SP) já encerrou a linha de produção da geração atual. Como revelado ontem por iG Carros , as concessionárias tentam limpar o estoque, oferecendo descontos nas poucas unidades que restam .

Informações sobre a mecânica do novo Cruze sulamericano ainda são escassas. Rumores falam que a GM não vai utilizar o motor 1.4 turbo por aqui, substituído pelo 1.5 Ecotec turbo. Na nova geração do Malibu , essa motorização gera 160 cv e 25,5 kgfm de torque entre 2.000 e 4.000 rpm.

Fonte:  Ferd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.