Tamanho do texto

Enumeramos quais seriam as nossas escolhas nas concessionárias em 2019

Nós defendemos que nem sempre o produto mais caro é o melhor. Quando a Apple lança uma nova geração do iPhone, o público fica em polvorosa para garantir o modelo mais caro, que normalmente surge com duas câmeras, muita capacidade de processamento e uma tela gigante. Mas poucos lembram que, junto dele, é lançado um aparelho muito mais barato e sem frescuras. O mesmo acontece no patamar dos sedãs compactos.

LEIA MAIS: Veja 5 modelos seminovos com sete lugares até R$ 80 mil

Enquanto todos enlouquecem com as versões mais caras de Virtus e Cronos, os modelos mais em conta ganham destaque. Partindo disso, a reportagem do iG Carros lista os cinco sedãs compactos mais legais que dirigimos recentemente até R$ 70 mil. E pasmem, nenhum é versão top de linha.

LEIA MAIS: Veja 5 carros que estão para mudar - ou sair de linha - e já surgem com descontos

1 - Fiat Cronos 1.3 Drive MT - R$ 65.170

O Fiat Cronos surge como uma das melhores opções de compra entre os sedãs compactos, na versão 1.3 manual
Divulgação
O Fiat Cronos surge como uma das melhores opções de compra entre os sedãs compactos, na versão 1.3 manual

É difícil defender o Fiat Cronos 1.3 com câmbio automatizado. Falta inteligência e suavidade nas trocas de marcha, além do consumo de combustível que é elevado. A boa notícia é que o mesmo motor, quando equipado com câmbio manual de cinco marchas, funciona como uma luva. O modelo parte de R$ 61.990, mas preferimos equipar o nosso com rodas de liga leve aro 15 e faróis de neblina. Isso faz o sedã pular para R$ 65.170.

LEIA MAIS: Veja os 5 seminovos mais defeituosos do Brasil, de acordo com levantamento

O motor 1.3 Firefly entrega 109 cv de potência e 14,2 kgfm de torque a 3.500 rpm, números suficientes para acelerar de 0 a 100 km/h em 11,5 segundos, com 183 km/h de velocidade máxima. De acordo com o Inmetro, o sedã compacto da Fiat faz 8,5 km/l na cidade e 10,3 km/l na estrada com etanol, enquanto os números na gasolina sobem para 12,4 km/l e 14,8 km/l, respectivamente.

2 - VW Virtus 1.6 MSI MT - R$ 69.920

O VW Virtus não é dos melhores com o câmbio automático. Sua versão manual entra para a lista dos sedãs compactos
Divulgação
O VW Virtus não é dos melhores com o câmbio automático. Sua versão manual entra para a lista dos sedãs compactos

Seguimos a mesma lógica do modelo acima quando tratamos do Virtus 1.6 automático. Apesar de não ser automatizado, falta certo fôlego ao Virtus 1.6. O modelo demora para responder aos comandos do motorista no acelerador, e carece de aletas para mudança de marcha atrás do volante. Por sorte, o modelo manual parte de R$ 63.440, chegando a R$ 69.920 com central multimídia, rodas de liga leve e controle de estabilidade e tração, que faz parte do chamado "Safety Pack". 

LEIA MAIS: Veja os 5 carros mais confiáveis de se comprar no Brasil

Com motor 1.6 MSI gera 117 cv  e 16,5 kgfm de torque a 4.000 rpm. Com isso, o carro é capaz de ir 0 a 100 km/h em razoáveis 9,8 segundos antes de atingir os 195 km/h de velocidade máxima. Conforme divulgado pelo Inmetro, o modelo faz 8,2 km/l na cidade e 9,5 km/l na estrada com etanol. Na gasolina, 12,4 km/l e 13,8 km/l, respectivamente.

LEIA MAIS: Veja 5 compactos seminovos que valem a pena por até R$ 30 mil

3 - Ford Ka Sedan SE Plus 1.5 AT - R$ 63.690

O Ford Ka Sedan é barato e bem equipado, Destaque para a ótima central multimídia Sync 3 entre sedãs compactos
Caue Lira/iG
O Ford Ka Sedan é barato e bem equipado, Destaque para a ótima central multimídia Sync 3 entre sedãs compactos

Quer uma opção em conta com câmbio automático? O Ford Ka Sedan pode cumprir bem a função por R$ 63.690. O bom pacote de equipamentos traz sensores de estacionamento, chamada de assistência de emergência e central multimídia Sync 3. Se você procura apenas o básico, o modelo é bem mais barato que o inflacionado Titanium, de R$ 72.390.

O motor 1.5, de três cilindros, entrega bons 136 cv de potência e 16,1 kgfm de torque a 4.750 rpm. Com câmbio automático de seis marchas, vai de 0 a 100 km/h em 10,6 segundos, com velocidade máxima de 181 km/h. Conforme o Inmetro, faz 7,8 km/l na cidade e 10,1 km/l na estrada com etanol, bem como 11 km/l e 14,2 km/l, respectivamente, com gasolina.

LEIA MAIS: Conheça 5 mulheres que se destacaram na indústria e no automobilismo

4 - Toyota Yaris Sedan XL 1.5 AT - R$ 68.740

Quem está procurando um entre os sedãs compactos pode apostar no Toyota Yaris Sedan, com câmbio tipo CVT
Divulgação
Quem está procurando um entre os sedãs compactos pode apostar no Toyota Yaris Sedan, com câmbio tipo CVT

Se você é daqueles que sempre quiseram ter um sedã da Toyota, mas achava o Etios feio e não tinha grana para comprar um Corolla, o Yaris pode ocupar um bom lugar na sua garagem. Por R$ 68.740, o modelo já traz um conjunto bem completo e refinado, com controle de estabilidade e tração, faróis com regulagem de altura e central multimídia com todas as conexões. A suspensão que absorve bem as iiregularidades do piso é outro destaque do carro.

LEIA MAIS: Veja os 5 SUVs seminovos mais econômicos por até R$ 50 mil

Sua unidade 1.5 (emprestada do Yaris) entrega 110 cv de potência a 5.600 rpm e 14,9 kgfm de torque a 4.000 rpm, indo de 0 a 100 km/h em 12 segundos e com velocidade máxima de 186 km/h. O câmbio do tipo CVT é capaz de simular sete velocidades, fazendo com que o Yaris Sedan marque 9 km/l na cidade e 10,6 km/l na estrada com etanol, bem como 13 km/l e 14,5 km/l, respectivamente, com gasolina, segundo o Inmetro.

LEIA MAIS: Veja os 5 hatches compactos que mais gastam combustível no Brasil

5 - Honda City DX 1.5 MT - R$ 62.500

Apenas uma versão do Honda City surge como opção entre os sedãs compactos abaixo de R$ 70 mil
Divulgação
Apenas uma versão do Honda City surge como opção entre os sedãs compactos abaixo de R$ 70 mil

A Honda disponibiliza cinco versões do City no Brasil: DX (R$ 62.500), Personal (R$ 68.700), LX (R$ 74.200), EX (R$ 79.900) e EXL (R$ 85.400) - porém, todas sem controle de estabilidade e tração. Portanto, não há muito o que fazer se você procura um sedã que ainda fique abaixo dos R$ 70 mil. Como a versão Personal é exclusiva para o público PCD, o jeito é apostar no City DX.

O mesmo motor 1.5 equipa todas as versões, entregando 116 cv de potência a 6.000 rpm e 15,3 kgfm de torque a 4.800 rpm. No modelo DX, o câmbio é manual de cinco velocidades entre os sedãs compactos . A aceleração de 0 a 100 km/h acontece em 10,2 segundos, antes de atingir os 180 km/h de velocidade máxima. De acordo com o Inmetro, o sedã marca 8,6 km/l na cidade e 10,3 km/l na estrada com etanol, enquanto o consumo na gasolina fica na casa dos 12,4 km/l e 14,6 km/l.