Sem muitas categorias de competição para carros voadores, a Airspeeder se apresenta no Festival de Velocidade de Goodwood (Reino unido) com a promessa de estrear, em 2020, uma nova categoria. Os veículos, que podem chegar a 200 km/h, voar em potência total por 30 minutos, têm quatro ou oito hélices e contam com motores elétricos para acioná-las. As baterias são de polímero de lítio, com 500 kw, para obter um peso menor. O Airspeeder que vai competir já está em sua quarta versão (MK IV).

LEIA MAIS: Moto voadora começa a ser vendida por R$ 1,5 milhão nos EUA. Veja o vídeo

Carros voadores
Divulgação
Carros voadores estão cada vez mais comuns entre os projetos inusitados. E com isso, as corridas deles também

Mesmo que sem a certeza de ser confirmado de uma vez por todas, um grupo de convidados vai presenciar um voo de teste de um modelo mais antigo (MK 2) no aeródromo de Goodwood, ao lado da pista de subida de colina que serve de circuito no evento. Isso foi capaz de gerar uma grande admiração por parte do público, que pode servir de incentivo para a concretização da categoria de carros voadores .

LEIA MAIS: Primeiro carro voador começa a ser encomendado nos Estados Unidos

Como vai funcionar

Carros voadores
Divulgação
Competição tem como objetivo ser tão acirrada quanto a Fórmula 1. Veja

A empresa é bancada pela Equals, companhia do ramo financeiro. E o projeto do veículo foi feito pela startup australiana Alauda Racing. Segundo o fabricante do Airspeeder, a empresa de transporte de carga DHL vai cuidar do transporte do material para cada prova. As etapas serão espalhadas pelo mundo, do mesmo modo que acontece com a Fórmula 1 e com a Fórmula E, sob moldes que se assemelham às corridas de drones .

LEIA MAIS: Carro voador começa a ser vendido nos EUA por US$ 400 mil. Veja vídeo

Segundo Matt Pearson, fundador e CEO da Airspeeder: “Este é apenas o começo do nosso alcance para os céus. Nossa visão vê não apenas o desenvolvimento de um espetáculo esportivo único, mas também o início de uma nova indústria, com carros voadores construídos para a competição, proporcionando um ambiente ideal para inovação e evolução técnica”.

LEIA MAIS: "Sem as mãos!" Chevrolet divulga carro autônomo que não tem volantes e pedais

Serão cinco equipes e dez pilotos. Os competidores vão competir 20 metros acima do solo. Em campanha publicitária, o Airspeeder esteve com um Lotus Seven, um Elise e um Shelby Cobra, que tal como o novo promissor para a corrida de carros voadores , evocam outra época em que o importante era ter leveza e agilidade. Os novos voos do MK IV serão realizados no deserto de Mojave, nos Estados Unidos.

    Veja Também

      Mostrar mais