Renault Taliant, como o novo Logan é conhecido na Turquia, deve ser vendido no Brasil até 2022
Divulgação
Renault Taliant, como o novo Logan é conhecido na Turquia, deve ser vendido no Brasil até 2022


Peças da nova geração do Renault Logan já começam a aparecer no registro de desenho industrial do Inpi (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), indicando que o modelo compacto possivelmente um dos cinco lançamentos que a marca francesa promete fazer no mercado brasileiro até 2022.

Além de peças como grade frontal e para-choques, o novo Renault Logan aparece na edição mais recente da Revista do Inpi, em peças como a lateral, lanternas, faróis, portas e em três opções de rodas de liga leve e uma de calota, que são as mesmas disponibilizadas no carro comercializado no mercado europeu.

O Inpi revela ainda o painel lateral da carroceria do novo Sandero , que se juntam a outros componentes do hatch que já haviam sido patenteados no Brasil. Ambos os modelos são produzidos sobre a nova plataforma modular CMF-B, que em breve também deverá ser empregada em outros carros da empresa no mercado brasileiro, como a próxima geração do Duster e o futuro SUV de sete lugares derivado do conceito Bigster.

Você viu?


Além do novo Dacia Logan, já foi mostrado no exterior também o Renault Taliant , que é a variação do sedã com o losango da marca francesa. Mantendo a tradição das gerações passadas, traz algumas diferenças estéticas em relação ao seu correspondente romeno.

Além de Logan e Sandero, a lista de cinco lançamentos prometidos pela Renault no início deste mês para o Brasil inclui ainda o Captur reestilizado — que estreia ainda este ano, trazendo como destaque um novo motor 1.3 turbo —, o retoque no visual do subcompacto Kwid e possivelmente a renovação da picape Duster Oroch, seguindo as modificações feitas no SUV compacto que lhe serviu de base.

Citroën C4

Citroën C4: apesar do registro no Brasil, as prioridades da marca francesa se concentram no C3 Sporty
Reprodução/INPI
Citroën C4: apesar do registro no Brasil, as prioridades da marca francesa se concentram no C3 Sporty


Outra novidade revelada pelos arquivos do Inpi é a nova geração do Citroën C4. Agora um SUV-cupê, o modelo foi lançado no ano passado na Europa e é produzido sobre a plataforma CMP, a mesma utilizada no Peugeot 208. Mas embora o C4 tenha sido registrado no Brasil, a marca se concentra no lançamento do C3 Sporty .

Diferente do novo Renault Logan , no registro de desenho industrial o SUV da Citroën aparece por inteiro e em duas variações. Uma mais simples, sem farois de LED e luzes auxiliares e que se assemelha ao pacote Live do mercado francês, e outra mais completa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários