Tamanho do texto

É a segunda motocicleta mais cara do Brasil, cobrando bem por isso. Traz conforto em excesso para longas viagens por estradas retas e de bom piso

Harley-Davidson CVO
Guilherme Marazzi
Harley-Davidson CVO: Conforto em excesso para longas viagens por estradas retas e de bom piso

Vamos começar a falar sobre a Harley-Davidson CVO Limited 2019 pelo preço: R$ 172.900. Por esse valor, você pode esperar que essa exclusiva motocicleta touring tenha exatamente tudo. E tem. Sendo a mais cara Harley-Davidson produzida, a CVO Limited pode ser considerada como a customização da versão “normal” mais cara equipada da marca, a Ultra Limited, que já é uma “senhora” motocicleta de turismo e custa R$ 103.900. Então a pergunta é inevitável: o que a CVO tem a mais que a Ultra para custar R$ 69.000? É quase o que custa uma H-D Fat Boy.

LEIA MAIS: Harley-Davidson Road Glide Special roda suave e se mostra confortável

A Harley-Davidson CVO Limited tem o maior motor já produzido pela marca, um V-2 Milwaukee-Eight com cilindros a 45º e deslocamento de 1.923 cm3, cilindrada que corresponde a 117 polegadas cúbicas.

Com potência estimada de 95 cv – a Harley não divulga o valor exato –, cerca da metade da potência de algumas motocicletas que pesam a metade dos 428 kg da CVO Limited , o número mágico desse motor é o torque, fabulosos 17,3 kgfm que permitem uma retomada de aceleração vigorosa, também com bastante suavidade e progressividade. Antes assim, já que as Harley não têm nenhum sistema eletrônico de controle de tração.

Equipamentos, tecnologia e personalidade

Harley-Davidson CVO
Guilherme Marazzi
Cockpit com todos os instrumentos e equipamentos para controle e conveniência

O motor M-8 117 é exclusivo dos modelos CVO – que incluem também a Street Glide Special e a Road Glide –, cujo diferencial para a linha 2019 são as faixas vermelhas nos cabeçotes. Assim como a Ultra Limited, as CVO também têm o sistema auxiliar de refrigeração a água para as partes superiores do motor, que nesses casos levam o nome de Twin-Cooled.

LEIA MAIS: Harley-Davidson Iron 1200 tem o essencial

Quanto aos detalhes da Harley-Davidson CVO Limited 2019 que a diferenciam das versões normais da marca, o destaque é para a coleção Kahuna de itens como pedais de câmbio e freio, capas para as ponteiras do silenciador, manoplas aquecidas e pedaleiras do tipo plataforma para o garupa, todos eles com a inserção do emblema H-D.

Harley-Davidson CVO
Guilherme Marazzi
Destaque para os detalhes do cromo Black Onyx e faixas vermelhas nos cabeçotes

A pintura é especial, em cor única cinza – Magnetic Grey Fade –, e geralmente os modelos CVO são utilizados para introduzir novos acabamentos, como é o caso dos cromados escurecidos de alto brilho, o Black Onyx. Trata-se de uma aplicação por deposição física de vapor sobre os cromados, que dão essa aparência escura aos escapamentos e alguns outros componentes.

LEIA MAIS: Harley-Davidson FXDR, a motocicleta anabolizada

O sistema de informação e áudio, chamado de Infotainment Boom Box GTS, reúne áudio e navegação de alto nível, com quatro alto-falantes com saída de 300 w e um par de fones de ouvido conectados ao sistema pelo Bluetooth. Esses fones podem conversar entre si, ou seja, piloto e garupa, e ainda pode se conectar com mais seis fones de outras motocicletas, até uma distância de 1.600 metros.

O sistema keyless da Harley-Davidson CVO Limited 2019 permite que se mantenha o sensor fob no bolso para acionamento por aproximação. Esse sensor inclui a chave física de emergência e ainda o controle remoto que trava tudo, até as três malas.

LEIA MAIS: Harley-Davidson Sport Glide: duas em uma

Apesar do tamanho e do peso, com um pouco de treino é possível manejar bem a Harley-Davidson CVO Limited até em meio ao trânsito urbano, o que é bem mais fácil de manobrá-la em locais apertados. Na estrada, no entanto, é uma poltrona sobre rodas, permitindo cobrir muitas centenas de quilômetros sem cansar. E é exatamente nesse ambiente que a mais luxuosa motocicleta da Harley-Davidson deve estar.