Tamanho do texto

Versão especial fez diversas cabeças girarem durante o emblemático ano de 1974. Confira mais informações sobre o modelo Gran Luxo

Já falamos de Opala aqui na coluna. O modelo da Chevrolet, derivado do Opel Rekord, sem dúvida tem um lugar especial no coração de muitos brasileiros, seja por terem tido um na garagem no passado, hoje em dia, ou apenas admirar os atributos desse grande modelo nacional que deixou uma verdadeira lacuna nos corações dos entusiastas. E uma das versões mais desejadas é o Opala Gran Luxo.

Lançado no Brasil 1968, o clássico logo se tornou algo desejado pelos consumidores. Inicialmente utilizava o motor de seis cilindros em linha e 3,8 litros de cilindrada além de uma opção de quatro cilindros e 2,5 litros. A partir de 1971, o modelo da GM recebeu motor de 4,1 litros de cilindrada, como o Opala Gran Luxo do vídeo acima.

LEIA MAIS: Museu da Mercedes-Benz: um pedaço de história em Stuttgart

No começo, o clássico da GM também foi vendido apenas como sedã. O cupê chegaria em 1972 com a versão SS.  O exemplar da matéria realmente chama a atenção por onde passa. A cor preta não é original, mas caiu como uma luva nesse cupê 1974. Destaque também para o teto de vinil, algo extremamente charmoso na época.

LEIA MAIS: Relembre as versões mais apimentadas do Uno: 1.4 turbo e 1.5R

Vale ressaltar ainda no aspecto externo as rodas de 15 polegadas com tala 7 na dianteira e 8 na traseira. O conjunto harmonioso garante um visual limpo e cheio de estilo para o veterano.
Debaixo do capô, uma das coisas mais divertidas. O motor de 4,1 litros de cilindrada recebeu um veneno de época: o carburador Weber 40 de corpo duplo. Além disso o ronco é garantido pelo escapamento dimensionado 6x2. Música para os ouvidos.

LEIA MAIS: BMW Z3 se tornou referência entre os roadsters modernos. Confira o vídeo

Um Opala Gran Luxo mais que especial

Quatro décadas depois, o Opala Gran Luxo ainda faz pescoços virarem nas ruas
Renato Bellote/iG
Quatro décadas depois, o Opala Gran Luxo ainda faz pescoços virarem nas ruas

Guiar o clássico é algo ainda mais especial. O câmbio de quatro marchas traz engates perfeitos. Além disso o ronco do motor deixa a tocada estimulante e cheia de nostalgia. Além disso tem torque de sobra para uma arrancada ou simplesmente curtir a sinfonia dos seis cilindros.

LEIA MAIS: Opala Diplomata SE: relembre os destaques do sedã de luxo

Modelo SS que nunca foi restaurado traz um espírito mais esportivo que o Opala Gran Luxo do vídeo acima
Renato Bellote/iG
Modelo SS que nunca foi restaurado traz um espírito mais esportivo que o Opala Gran Luxo do vídeo acima



Outro modelo que já aceleramos por aqui foi o emblemático SS dos anos 80. O primeiro diferencial diz respeito à sigla. Nos Estados Unidos o significado é simples e direto: Super Sport. Já no Brasil ele se refere aos assentos separados, o seja, Separated Seats . Mas nem por isso perde a majestade. O exemplar de 1972 que ilustra matéria em vídeo que você pode conferir no link abaixo traz a particularidade de nunca ter sido restaurado. São quarenta anos de história do mesmo modo que saiu da concessionária nos áureos tempos. O atual proprietário comprou o carro de uma viúva.

LINK: Opala SS foi esportivo símbolo de uma década

Para quem gosta do Opala Gran Luxo , temos uma notícia interessante. Em breve teremos Caravan e também um exemplar equipado com motor V8. Além disso, ainda entre os grandes da Chevrolet, o Omega também terá destaque por aqui. até a próxima!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.