Tamanho do texto

Baseado no SVJ cupê, que foi apresentado em Paris, o Aventador semi-pista e sem capota poderá ser a versão mais sofisticada a ser produzida

Aventador SVJ Roadster do Salão de Genebra 2019 é o mais sofisticado de sua classe, com V12 de raízes históricas
Divulgação
Aventador SVJ Roadster do Salão de Genebra 2019 é o mais sofisticado de sua classe, com V12 de raízes históricas

O Lamborghini Aventador Superveloce Jota Roadster foi revelado para o Salão de Genebra 2019, que será aberto para o público entre os dias 7 e 17 de março. O superesportivo provou-se, mais uma vez, como um dos mais velozes do mundo, conquistando o topo do ranking do circuito de Nürburgring (Alemanha), entre os mais rápidos a percorrer uma volta no circuito Norte, após cravar os 6 minutos e 44,97 segundos. Apesar das 963 unidades da versão cupê, que sai por R$ 1,6 milhão, numa conversão direta, não foram divulgados estes dados para a novidade sem o teto.

LEIA MAIS: Lamborghini Hucaran Evo surge em nova versão Spyder no Salão de Genebra

A novidade do Salão de Genebra 2019 recebeu modificações em cima do Lamborghini Aventador S . Além de mais agressivo no visual, recebe melhorias na carroceria, entradas de ar no capô, além de peças de fibra de carbono. Já o para-choque ganhou extensões nas bordas, enquanto a asa traseira deixa o SVJ Roadster ainda mais chamativo.

LEIA MAIS: Ferrari F8 Tributo, sucessora da 488 GTB, é revelada. Estará no Salão de Genebra

Outro destaque fica por conta do pacote de aerodinâmica ativa da Lamborghini “Active Aerodynamics” (ALA), usado pela primeira vez no Huracán Performante Coupe, e em seguida no conversível Spyder. A tecnologia de última geração das corridas adaptam a carroceria por meio de abas que se movimentam, e com isso, o Aventador SVJ Roadster se adapta à cada situação de pista.

LEIA MAIS: Nova geração do Mercedes-Benz GLC está confirmada para o Salão de Genebra 

Brutalidade italiana no Salão de Genebra 2019

Os visitantes do Salão de Genebra 2019 poderão ver que, em seu interior, não há nada além do necessrário
Divulgação
Os visitantes do Salão de Genebra 2019 poderão ver que, em seu interior, não há nada além do necessrário

O motor 6.5, V12, aspirado foi preparado para entregar 770 cv e 72 kgfm, enquanto o kit aerodinâmico gera quase 500 kg de pressão descendente quando estiver na velocidade máxima de 350 km/h. De acordo com a fabricante, o superesportivo é capaz de fazer de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e leva 8,6 s para ir de 0 a 200 km/h. O câmbio do supercarro italiano é automatizado, de dupla embreagem, sete marchas e a tração integral.

LEIA MAIS: VW antecipa imagens e detalhes do novo SUV T-Roc R, atração em Genebra

Em seu interior, o Lamborghini Aventador SVJ Roadster traz bancos concha com Alcântara e detalhes pintados de vermelho. Os painéis das portas foram substituídos por uma placa de fibra de carbono, enquanto as maçanetas agora são apenas tiras de tecido vermelho. Tal como em modelos esportivos icônicos, com versões semi-pista, por aqui o que comanda é uma dieta obsessiva.

LEIA MAIS: Audi revela nova linha de híbridos para o Salão de Genebra 2019

A novidade do Salão de Genebra 2019 é, segundo a marca, uma remanescente no mundo dos supercarros. Não só porque quase não se tem mais carros V12 em produção, como a “escola old school” de preparação foi levada a sério no Aventador SVJ. Para se ter uma ideia, as válvulas de admissão são feitas de titânio, muitos componentes do motor são de peças aliviadas, houve toda uma engenharia para otimizar fluxo e, inclusive, otimizar o ronco do motor — algo muito mais artesanal (e espirituoso) do que se tivessem simplesmente adotado um sistema híbrido, ou com turbocompressores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.