Tamanho do texto

Batizado de CX-30, é intermediário entre o SUV compacto CX-3 e o médio CX-5. Entretanto, os seus maiores destaques são suas novas tecnologias

Mazda CX-30:  novo SUV da Mazda que estreia novas tecnologias no Salão de Genebra 2019
Divulgação
Mazda CX-30: novo SUV da Mazda que estreia novas tecnologias no Salão de Genebra 2019

Um novo SUV da Mazda acaba de chegar ao Salão de Genebra 2019. Trata-se de um intermediário entre o compacto CX-3 e o médio CX-5, mas que traz as últimas tecnologias da marca. Batizado de CX-30, chegará ao mercado europeu no meio deste ano. As estimativas de preço giram em torno dos R$ 78 mil e dos R$ 93 mil, em conversões diretas.

LEIA MAIS: Conceito elétrico da Seat antecipa futuro modelo da Volkswagen 

Segundo a Mazda afirmou no Salão de Genebra 2019 , o visual tem como objetivo adotar linhas dinâmicas, e acima de tudo, ser totalmente condizente com o dia-a-dia do consumidor. “O Mazda CX-30 vai ser produzido em fábricas ao redor do mundo para garantir prazer ao dirigir e ser condizente com a identidade de todos os perfis consumidores. O que a gente quer é, justamente, ser a marca com mais ligação entre carro e proprietário.”, afirma Akira Marumoto, presidente e CEO da Mazda.

LEIA MAIS: Skoda Kamiq europeu antecipa características do SUV médio da VW 

Mais destaques do Mazda do Salão de Genebra 2019

Visitantes do Salão de Genebra 2019 vão ver que seu interior traz ares minimalistas, um dos únicos
Divulgação
Visitantes do Salão de Genebra 2019 vão ver que seu interior traz ares minimalistas, um dos únicos "da espécie" atualmente

O interior, por sua vez, foi pensado para otimizar o espaço interno, aprimorar a visibilidade da estrada, bem como facilitar a entrada e a saída do veículo. Quanto aos seus equipamentos, traz sistema multimídia que pode ser controlado por um botão rotativo no console central, bem como suas características minimalistas são, segundo a Mazda, a marca registrada da filosofia de design “Kodo”, que passa a sensação de simplicidade e conforto.

LEIA MAIS: Nova geração do Mercedes-Benz GLC está confirmada para o Salão de Genebra

Quanto à sua mecânica, traz um dos motores à combustão mais modernos e eficientes do mundo, com a tecnologia Skyactiv-X. Apesar de ainda não ter as espicificações técnicas reveladas, espera-se que utilize os últimos motores da marca, que equipam o Mazda3 . São eles o 1.5, 0 2.0 e o 2.5 à gasolina, além do 1.8 que funciona com diesel. Além disso, o sistema de tração integral deve ser o outro opcional para o SUV.

LEIA MAIS: VW antecipa imagens e detalhes do novo SUV T-Roc R, atração em Genebra 

Informações recentes indicam que a marca tem interesse em voltar ao país. Há planos até mesmo para produção nacional. A partir do início dos anos 90 até novembro de 2000, vendeu alguns modelos aqui no Brasil. Entre eles, os sedãs 626 e Protegè , para tentar competir com Toyota e Honda, e os esportivos MX-3 e MX-5, grandes destaques da década. Quando a Ford comprou a marca em 1996, decidiu encerrar sua participação no país para diminuir a concorrência interna. Caso volte às nossas terras, definitivamente terá algum destaque com a linha dos SUVs do Salão de Genebra 2019 .