Tamanho do texto

Trata-se da única unidade produzida, e que já foi vendida por R$ 71 milhões, numa conversão simples. Além da exclusividade, traz o motor de 1500 cv

O supercarro da Bugatti é a vedete que roubou a cena no Salão de Genebra 2019, na Suíça, que vai até o próximo dia 17
Newspress
O supercarro da Bugatti é a vedete que roubou a cena no Salão de Genebra 2019, na Suíça, que vai até o próximo dia 17

Bugatti La Voiture Noire: o carro mais caro de todos os tempos. Sua chegada inesperada espantou o público do Salão de Genebra 2019 (Suíça) logo na abertura do evento. Em uma conversão direta, a única unidade produzida — que já encontrou comprador — sairia por US$ 19 milhões,  ou cerca de R$ 71 milhões numa conversão simples.  Se o novo proprietário fosse brasileiro, considere um valor mais que duas vezes maior — por conta dos impostos, transporte, taxas para a sua regulamentação, entre outros.

LEIA MAIS: Lamborghini Aventador SVJ Roadster está confirmado para o Salão de Genebra 

O hiperesportivo do Salão de Genebra 2019 é inspirado no Type 57 SC Atlantic, de 1936, clássico criado pelo próprio Jean Bugatti — filho de Ettore Bugatti, criador da marca — e que teve apenas duas unidades artesanalmente produzidas. Visualmente, o Bugatti La Voiture Noire remete ao clássico com suas curvas bem demarcadas nos para-lamas, além do vinco que percorre o centro da carroceria, começando pelo capô, invadindo o para-brisa e terminando na traseira. Além disso, a ausência de uma janela na traseira é outra alusão ao “avô”.

LEIA MAIS: Ferrari F8 Tributo, sucessora da 488 GTB, é revelada. Estará no Salão de Genebra 

Outros elementos de destaque são a lanterna inteiriça de um lado a outro e nada menos do que 6 saídas de escape. Ao mesmo tempo em que se une o clássico com o futurista, e o artesanal com o exclusivo, a agressividade, a esportividade e a brutalidade dão o toque especial. Mesmo que não hajam notícias sobre, como é de praxe nos modelos mais refinados já configurados pelos donos, deve ostentar materiais de luxo nos acabamentos, além dos metais e compostos nobres em sua estrutura e mecânica. Nem foram divulgadas imagens do interior, do nome do comprador e tampouco dos números de desempenho.

LEIA MAIS: Lamborghini Hucaran Evo surge em nova versão Spyder no Salão de Genebra

Desempenho mais monstruoso do Salão de Genebra 2019

Trata-se de um dos carros mais potentes do Salão de Genebra 2019, com motor de 16 cilindros, quatro turbos e 1500 cv
Newspress
Trata-se de um dos carros mais potentes do Salão de Genebra 2019, com motor de 16 cilindros, quatro turbos e 1500 cv

Apesar disso, definitivamente garante uma performance exemplar. Isso porque traz a mecânica do Bugatti Divo, com dois motores 4.0 V8 biturbo montados lado a lado (totalizando 8 litros, quatro turbos e 16 cilindros em “W”) que geram nada menos que 1.500 cv e 163,2 kgfm. O câmbio é de dupla embreagem, com sete marchas, enviando o movimento às quatro rodas.

LEIA MAIS: VW antecipa detalhes do novo SUV T-Roc R, atração do Salão de Genebra 2019

No “irmão menos exclusivo” (se é que dá para dizer isso), ao ser levado ao limite, é capaz de “sugar” 60.000 litros de ar por minuto (um ser humano respira cerca de 55 litros de ar por minuto ao correr). Seu tanque de combustível de 100 litros seca em menos de 7 minutos, também quando é levado ao seu máximo potencial. É assim que vai de 0 a 100 km/h em apenas 2,3 segundos e atinge os 420 km/h. De fato, são números impressionantes, e que podem se aplicar ao carro mais caro do mundo , a grande celebridade do Salão de Genebra 2019 .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.