Tamanho do texto

Supercarro italiano é o carro de produção mais rápido em Nürburgring. Na Europa, custa o equivalente a R$ 1,6 milhão, em uma conversão direta

Lamborghini Aventador SVJ do Salão de Paris que melhorou o já melhorado e agora é campeão
Newspress/Divulgação
Lamborghini Aventador SVJ do Salão de Paris que melhorou o já melhorado e agora é campeão

O Lamborghini Aventador Superveloce Jota é apresentado no Salão de Paris. Há quase dois meses, após uma longa campanha de teasers que mostrava apenas partes de sua carroceria, o carro chega como um dos superesportivos mais velozes do mundo. Conquistou o topo do ranking do circuito de Nürburgring (Alemanha), entre os mais rápidos a percorrer uma volta no circuito Norte, após cravar os 6 minutos e 44,97 segundos. Além da revelação do carro em si, chegam mais detalhes, como o preço (R$ 1,6 milhão, numa conversão direta) e os números de produção, limitados a apenas 963 unidades da SV, sendo que destas, 63 serão a edição SVJ e 63 com pintura e adesivos exclusivos.

LEIA MAIS: Protótipo do Porsche 911 Speedster é revelado no Salão de Paris

Esse desempenho é fruto das modificações em cima do Lamborghini Aventador S. Além de mais agressivo no visual, recebe melhoramentos na carroceria, entradas de ar no capô próximo do logo da marca, além de peças de fibra de carbono. Já o para-choque ganhou extensões nas bordas, enquanto a asa traseira deixa o SVJ ainda mais chamativo. O público do Salão de Paris vivenciará a experiência de encarar um "monstro" frente a frente.

LEIA MAIS: Audi mostra o novo R8 de corrida no Salão de Paris, adiantando sua reestilização

Além disso, conta com mais detalhes, como parte do pacote de aerodinâmica ativa da Lamborghini “Active Aerodynamics” (ALA), usado pela primeira vez no Huracán Performante Coupe e, em seguida, no conversível Spyder. A tecnologia funciona com a adaptação da carroceria do carro, por meio de abas que se movimentam, para melhorar a aerodinâmica do supercarro italiano para cada situação.

Brutalidade italiana no Salão de Paris

O motor 6.5, V12, aspirado foi preparado para entregar 780 cv e 73,4 kgfm, enquanto o kit aerodinâmico permite que gere quase 500 kg de pressão aerodinâmica quando estiver andando na velocidade máxima de 350 km/h. De acordo com a fabricante, o superesportivo é capaz de fazer de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e leva 8,6 s para ir de 0 a 200 km/h. O câmbio é automatizado, de dupla embreagem, sete marchas e a tração integral.

LEIA MAIS: Tesla Model 3 chega ao Salão de Paris já com reservas de compradores

Por dentro, o Aventador SVJ ganhou bancos concha esportivos com revestimento de Alcântara e detalhes pintados de vermelho em todos os cantos. Os painéis das portas foram substituídos por uma placa moldada de fibra de carbono, enquanto as maçanetas se tornaram tiras de tecido vermelho. Se na maioria dos carros é o luxo que comanda a qualidade e o apelo, aqui são os materiais em estado bruto.

LEIA MAIS: Bugatti Chiron feito de Lego anda de verdade

O Lamborghini Aventador SVJ é simplesmente o melhor que a marca italiana pode produzir, no mesmo patamar que a Ferrari FXXK , o Mercedes-AMG Project One e Aston Martin Valkyrie Pro. Os supercarros são máquinas verdadeiramente cruéis com o asfalto e com os pilotos, uma vez que se não estão dando tudo de si, é porque estão desligados. Se não for para desafiar as leis da física e quebrar recordes, definitivamente, não será essa pessoa que a escolhida para colocar as mãos em um. Assista ao vídeo abaixo que mostra o novo supercarro italiano do Salão de Paris em ação.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.