Caoa Chery eQ1 vai concorrer com JAC EJ-S1 e Renault Kwid E-Tech entre os mais em conta do segmento
Divulgação
Caoa Chery eQ1 vai concorrer com JAC EJ-S1 e Renault Kwid E-Tech entre os mais em conta do segmento

Após a apresentação oficial para a China em 2020, a Chery, que aqui no Brasil é representada pelo Grupo Caoa Chery confirmou por meio de um teaser, que terá o subcompacto elétrico eQ1 no mercado brasileiro.

De acordo com a fabricante, o subcompacto elétrico é um dos mais acessíveis movidos por baterias vendido no mercado chinês e, no Brasil, a disputa promete ser acirrada com a demanda que o mercado vem tendo, como os subcompactos  Kwid E-Tech  e do  JAC e-JS1.

Pela imagem teaser, tudo leva a crer que o modelo a ser vendido no Brasil deve ser o mesmo lançado na China. O carro é oferecido com duas opções , a primeira com 30 kW e 12,24 kgfm e a segunda tem 55 kWh (75 cv) 15,3 kgfm, sendo que nessa a velocidade final é de 120 km/h, segundo a Chery. O tempo de recarga das baterias de 0 a 80%, que demora cerca de 30 minutos.

Na primeira opção, o conjunto pode te 30.6 kWh de capacidade e 301 km de autonomia pelo ciclo chinês (NEDC). A segunda tem 40.6 kWh e 408 km de alcance.

Apesar de ainda não confirmar qual dessas opções virá para o mercado brasileiro, todo eles virão com volante multifuncional , central multimídia com tela vertical de 10", conectividade com celulares e comandos de voz, inteligência artificial, entre outros.

Logicamente o Caoa Chery eQ1 quando for lançado no Brasil deverá custar, levando em conta os modelos Renault Kwid e JAC e-JS1 , algo em torno de R$ 140 mil e R$ 160 mil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários