Tamanho do texto

O SUV da Jeep vende dez vezes mais que o Kia Sportage, mas alguns tópicos deixam o modelo coreano mais interessante. Saiba quais são

Kia Sportage vende dez vezes menos que Jeep Compass. Mas o modelo coreano tem qualidades de sobra como SUV médio
Guilherme Menezes/iG
Kia Sportage vende dez vezes menos que Jeep Compass. Mas o modelo coreano tem qualidades de sobra como SUV médio

Realmente ficamos surpresos com a maturidade do Kia Sportage. Entre as marcas associadas à Abeifa (Associação Brasileira de Importadores de Veículos), o SUV é o carro mais vendido, com 564 unidades no último mês. No acumulado do ano, já foram 2,5 mil emplacamentos, ficando acima de Chevrolet Equinox e Peugeot 3008.

LEIA MAIS:  Jeep Compass x Kia Sportage: briga boa de titãs

O carro que domina o segmento de SUVs médios é o Compass. O Jeep vende melhor até que todos os modelos compactos (mais de 23 mil unidades em cinco meses) mostrando que já ganhou lugar de destaque nos corações e nas garagens dos brasileiros. Mas como o intuito dea nossa série sobre "desacato a autoridade" é justamente questionar os mais poderosos, contaremos hoje as razões pelas quais você deveria comprar o Kia Sportage EX (R$ 139.490) no lugar do Jeep Compass Limited (R$ 138.990).

LEIA MAIS: Por quê o Compass é o carro mais desejado do Brasil?

1 - Refinamento

Revestimento macio cobre toda a superfície do painel e das portas do Sportage, que se destaca pela boa ergonomia
Divulgação
Revestimento macio cobre toda a superfície do painel e das portas do Sportage, que se destaca pela boa ergonomia

Foram várias as vezes em que nos deparamos com o Jeep Compass nos últimos meses, e o modelo é sim um de nossos SUVs favoritos. Mas não dá para defender o refinamento e acabamento interno do modelo fabricado em Goiana (PE), que se aproxima mais dos SUVs compactos que dos modelos médios importados, tais como VW Tiguan, Peugeot 3008 e até mesmo o Kia Sportage.

O SUV coreano, por outro lado, enche os olhos com ótimo acabamento. A qualidade e variedade dos materiais são superiores em relação ao Compass. São várias texturas, ainda que o modelo aposte em design mais simplista. Destaque para os apliques cromados. Todos os comandos do ar-condicionado de duas zonas e central multimídia do Sportage também parecem mais à mão que no Jeep. O acabamento macio foi incorporado até às portas traseiras, algo raro nos dias de hoje.

LEIA MAIS: VW Tiguan e Peugeot 5008 travam briga acirrada, ambos com sete lugares

O Sportage também se destaca pelo carregador de celular por indução. Basta colocar o seu aparelho (alguns deles, de última geração)  na superfície do console central, para recarregá-lo automaticamente. Curte viajar? Então você abrirá um sorriso ao saber que o Sportage tem incríveis 90 litros a mais de capacidade de porta-malas, em comparação ao Compass. São 503 litros contra apenas 410 litros do Jeep.

2 - Central multimídia

O Kia tem uma das centrais multimídia mais tecnológicas de segmento, com GPS integrado e reproduz arquivos MP4
Divulgação
O Kia tem uma das centrais multimídia mais tecnológicas de segmento, com GPS integrado e reproduz arquivos MP4

Nascido da Coreia do Sul, mesmo país em que estão as bases de empresas de tecnologia como Samsung e LG, há de se esperar que a central multimídia do Kia Sportage seja um show à parte. O modelo não poderia corresponder melhor às expectativas, entregando um sistema rápido, intuitivo e cheio de conectividades. Neste caso, estamos falando de uma tela de sete polegadas, com câmera de ré, um eficiente GPS e conectividades Apple CarPlay e Android Auto.

LEIA MAIS: Jeep Compass Trailhawk: para se sujar de lama

A central do Compass é um pouco maior (são 8,2 polegadas ante sete do Kia), mas isso não significa que ela seja uma das mais intuitivas. O sistema poderia ter melhores respostas, bem como GPS integrado. A única maneira de utilizar o recurso no Compass é por meio dos sistemas Android Auto e Apple CarPlay.

3 - Garantia de cinco anos

Apesar da rede enxuta de concessionários da Kia, você terá cinco anos de garantia de fábrica, ante três do Jeep
Guilherme Menezes/iG
Apesar da rede enxuta de concessionários da Kia, você terá cinco anos de garantia de fábrica, ante três do Jeep

A garantia um pouco mais longa é uma realidade entre as empresas coreanas. A Hyundai também faz o mesmo com todos os seus modelos. No caso do Sportage, são cinco anos ou 100 mil quilômetros, aos quais o cliente terá o aval da montadora sobre falhas. O Compass, por sua vez, tem apenas três anos assegurados pela Jeep. É possível estender este prazo em 12 ou 24 meses, mas você terá que pagar a mais.

LEIA MAIS: JAC T40 CVT aposta no preço, mas precisa evoluir

Claro, não tem como defender o Sportage em certos aspectos. A marca coreana tem uma rede de concessionários bem menor que a da Jeep e não consegue entregar alguns equipamentos mais sofisticados por conta dos custos de um modelo importado no Brasil em relação a outro fabricado localmente, que é o caso do Jeep Compass.

4 - É um pouco menos "gastão"

A vantagem é apertada, mas o SUV coreano continua se destacando em relação ao rival
Divulgação
A vantagem é apertada, mas o SUV coreano continua se destacando em relação ao rival

Não tem jeito, abastecer um SUV pesado com mais de 1,5 tonelada com etanol não é a melhor escolha. Mas com gasolina, quem vai melhor é o Sportage. Equipado com motor 2.0 de 156 cv, o SUV coreano faz 8,7 km/l na cidade e 11 km/l na estrada. O Compass, por sua vez, afere 8,1 km/l na cidade e 10,5 km/l na cidade. Considere que os números do Sportage são melhores mesmo com pneus maiores. São dois pares de 245/45 R19 contra 225/55 R18 do rival fabricado no Nordeste.

LEIA MAIS: Mitsubishi ASX revela robustez por trás de projeto maduro

5 - Estrutura e conforto

Com conjunto bem acertado, o SUV coreano encara melhor valetas e lombadas sem deixar a parte da frente raspar
Divulgação/Kia
Com conjunto bem acertado, o SUV coreano encara melhor valetas e lombadas sem deixar a parte da frente raspar

Uma coisa incomodou muito em todos os Compass que passaram por nossa redação. Ele raspa com facilidade em lombadas, valetas e subidas um pouco mais íngremes. Sendo uma marca de SUVs, a Jeep deveria se atentar mais a esse detalhe. Uma grande parte do público de utilitários opta por eles justamente por conta da facilidade que eles enfrentam os obstáculos urbanos.

LEIA MAIS: Jeep Renegade Custom Diesel: um SUV sem frescuras

O Kia Sportage tem estilo um pouco mais “europeu”. A suspensão é rígida e faz leitura das imperfeições do solo, entretanto, os impactos não são passados para a cabine. A comparação faz sentido, pois trata-se de um acerto bem parecido com o do Peugeot 3008. Além do conforto interno, o SUV meedio da marca coreana não raspa a frente. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.