O ano de 2020 entrará para a história. Muitos países tinham a expectativa de sair da crise e dar o pontapé inicial para uma nova década, mas a pandemia causada pelo novo coronavírus acabou com os planos.

Apesar das dificuldades impostas pelo distanciamento social, algumas fabricantes ainda conseguiram cumprir seus cronogramas. Como de praxe, a reportagem do iG Carros elege os  8 melhores lançamentos de 2020 . Acompanhe a lista com os motivos por trás das escolhas de cada um.

1 - Melhor hatch: Volkswagen Polo GTS

Polo
Divulgação
VW Polo GTS: no apocalíptico 2020, o compacto com apelo esportivo da VW foi o modelo do segmento que mais agradou

Diferentemente de 2019, este ano foi escasso no lançamento de novos hatches. O único modelo inédito a chegar aos concessionários foi o Kia Rio, ainda em janeiro –  mas outro veículo acabou roubando a cena pela nostalgia: o Polo GTS , que sai por R$ 102.990.

O modelo resgata a sigla utilizada pelo Passat, a partir de 1983. Abaixo do capô, o GTS conta com motor 1.4 turbo, de 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque, sempre com câmbio automático, de seis marchas. 

Segundo a fabricante, o hatch pode atingir 100 km/h em 8,4 segundos. Apesar de não ser um estouro, o Polo GTS surpreende pela estabilidade nas curvas e boa posição de dirigir. Além, é claro, do feeling de nostalgia. Confira a avaliação completa clicando aqui .

2 - Melhor sedã: Nissan Versa

Versa
Thiago Ventura
Nissan Versa 2021 chega com visual arrebatador para disputar liderança dos sedãs-compactos

Nem todas as marcas conseguiram cumprir seus cronogramas com a chegada do novo coronavírus. A Nissan , por exemplo, precisou postergar o lançamento da nova geração do Versa , que chegou ao Brasil no mês passado. Importado do México, o modelo irá conviver com a versão antiga, que ganha o nome V-Drive.

Nesta geração, o modelo utiliza o mesmo motor 1.6 do Kicks, entregando 114 cv de potência e 15,5 kgfm de torque a 4.000 rpm. Evidentemente, um motor turbo poderia garantir a entrega do torque cheio em rotações mais baixas, mas o Nissan Versa se mostrou bem competente nas acelerações. Segundo a fabricante, o lançamento pode atingir 100 km/h em 10,7 segundos, ficando na mesma faixa do VW Virtus (10,8 segundos), que também é 1.6 aspirado.

O Versa ficou muito mais espaçoso, bonito e confortável em sua nova geração, e tem todas as qualidades para causar um estrago no segmento. Competir com o Onix Plus é tarefa para poucos, mas o Nissan se mostra à altura de VW Virtus e Fiat Cronos. Confira a avaliação completa clicando aqui .

3 - Melhor SUV compacto: Chevrolet Tracker

Tracker
Divulgação
Chevrolet Tracker: nova geração do SUV acabou tendo destaque diante da avalanche de rivais que apareceram ao longo do ano

O ano foi cheio de lançamentos entre os SUVs compactos. Em março, pouco antes do início da pandemia no Brasil, surgiu o Novo Duster. Meses depois, o Nivus veio para completar a gama da Volkswagen em uma categoria abaixo do T-Cross. Mas entre todos os lançamentos, o que mais se destacou em 2020 foi o Chevrolet Tracker .

O modelo pode ser adquirido em duas motorizações turbinadas: 1.0 de 116 cv de potência e 1.2 de 133 cv de potência. A transmissão pode ser manual ou automática, ambas com seis velocidades.

Em poucos meses, o Tracker conquistou os brasileiros. Ele chegou a ser o SUV mais vendido do Brasil em alguns períodos, mas ainda não superou o VW T-Cross, líder absoluto da categoria no acumulado. O sucesso mostra que a GM tem a receita para vender carros no Brasil, guardada atrás de sete chaves. Veja o que achamos do novo Tracker .

4 - Melhor picape compacta: Fiat Strada

Strada
Divulgação
Fiat Strada: picape segue os passos da Toro e reforça a posição de referência no segmento hoje em dia

A categoria das picapes compactas está para morrer no Brasil, mas a Fiat aproveitou o sucesso da Toro para renovar completamente a Strada . Trata-se do primeiro lançamento totalmente inédito na categoria desde 2010, quando a Chevrolet lançou a atual geração da Montana.

A nova geração da Strada conta com motores 1.3 Firefly e 1.4 Evo, entregando 109 cv e 85 cv, respectivamente. O câmbio é manual de cinco velocidades para ambas as versões, mas a Fiat deverá apresentar uma nova opção automática em 2021.

A Strada acompanha o sucesso da irmã Toro como um dos best-sellers da Fiat no Brasil. Sem dúvidas, foi lançamento mais revolucionário na história da categoria. Confira a avaliação completa .

5 - Melhor SUV médio: Ford Territory

Ford
Divulgação
Ford Territory: enquanto novos rivais não chegam, o modelo foi o SUV médio lançado em 2020 de destaque no ano

O sucesso do Jeep Compass no Brasil fez todas as fabricantes de veículos mexerem os pauzinhos para apostar na categoria dos SUVs médios. Em 2021, teremos ao menos três modelos novos neste segmento, mas a Ford já se antecipou ao importar o Territory da China.

O modelo conta com motor 1.5 turbo de 150 cv de potência e 22,9 kgfm de torque, com câmbio CVT de oito velocidades. Destaque para os vários equipamentos de segurança, como sistema de frenagem de emergência, alerta de mudança de faixa e ponto-cego, seis airbags e câmera 360°.

O Territory não terá vida fácil no Brasil. Por este motivo, a Ford já se articula para importar o novo Bronco Sport do México. Ele deverá ocupar a faixa de preço entre R$ 110 mil e R$ 180 mil, lacuna que existe hoje entre a versão mais cara do EcoSport e o Territory de entrada.  Confira a avaliação clicando aqui.

6 - Melhor picape média: Mitsubishi L200 Triton Sport

Mitsubishi
Divulgação
Mitsubishi L200 Triton 2021 impressiona não apenas pelo visual mas pelo acerto do conjunto em relação aos principais concorrentes

A tradição pesa muito na hora de fazer uma picape média. Com novo design, a Mitsubishi L200 Triton Sport assume sua melhor forma em muitos anos, apostando também em uma mecânica muito robusta.

Na comparação com o modelo 2020, a Triton mantém o motor 2.4, turbodiesel, que rende 190 cv a 3.500 rpm e 43,9 mkgf a 2.500 rpm. A grande sacada está no câmbio automático, que antes era de cinco velocidades, e agora conta com seis.

Além de enfrentar muito bem os terrenos mais sinuosos do interior, a L200 se mostra versátil para encarar a cidade. O modelo da Mitsubishi conta com um dos melhores raios de giro da categoria, facilitando manobras em lugares apertados. Entenda mais sobre o modelo  clicando aqui.

7 - Melhor veículo eletrificado: Volvo XC40 T5 Plug-In Hybrid

Volvo XC40
Carlos Guimarães/iG
Volvo XC40 T5 Plug-in Hybrid: reúne o conjunto mais eficiente que encontramos nos eletrificados que guiamos ao longo de 2020

A Volvo foi a primeira marca premium a traçar a eletrificação como um norte para o futuro. Ainda nesta década, a fabricante da Suécia deverá abandonar motores a combustão para apostar apenas em conjuntos híbridos e elétricos. O XC40 Plug-In Hybrid mostra parte desta trajetória.

O SUV médio conta com motor 1.5, turbo, de três cilindros, capaz de render nada menos que 180 cv e bons 27 kgfm de torque, números que melhoram para 262 cv e nada desprezíveis 43,3 kgfm com ajuda do motor elétrico de 82 cv e 16 kgfm.

Segundo o Inmetro, o XC40 Plug-In chega a fazer 24,5 km/l na cidade e 22,3 km/l na estrada, quando o 1.5 turbo é mais solicitado que o elétrico. De fato, um veículo que promete ser revolucionário em uma categoria que ainda conta com poucas versões híbridas. Confira a avaliação na íntegra .

8 - Melhor esportivo: BMW 330i M Sport

BMW M2
Divulgação
BMW 330 M Sport foi um dos esportivo que tornaram 2020 um pouco menos pior depois de algumas aceleradas

Quem quer comprar um esportivo tem no sedã 330i M Sport uma das melhores opções hoje em dia. Durante 2020, foi o carro com tempero mais apimentado que mais gostamos de guiar ao longo do ano. Para quem tem uma boa reserva no banco, é uma boa pedida por R$ 319.950.

O sedã esportivo vem com motor 2.0, turbo, de 258 cv e nada desprezíveis 40,8 kgfm de torque, força equivalente a quatro vezes a de um carro popular 1.0 aspirado. Para extrair todo esse rendimento, há recursos como turbo, injeção direta de combustíuvel e variadores de fase na admissão e escapamento.

Há fôlego suficiente para acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 5,8 segundos, com trocas sempre rápidas e precisas do câmbio automático, de oito marchas, que funciona com tração traseira. Afora o desempenho, o carro é muito bem acertado em vários aspectos, até no que se refefe à centra multimídia e ao sistema de som. Confira mais detalhes na avaliação .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários