Tamanho do texto

Uma viagem à África do Sul mostra as tendências que estão rolando nestes segmentos. Confira mais detalhes sobre o que vimos no país africano

Toyota Fortuner: utilitário esportivo  médio-grande com diversificadas versões. É o primeiro entre os SUVs e picapes
Divulgação
Toyota Fortuner: utilitário esportivo médio-grande com diversificadas versões. É o primeiro entre os SUVs e picapes

Knysna é uma cidade praiana de 76 mil habitantes na província do Cabo Ocidental, na África do Sul. Fica a 72 quilômetros da cidade de George, perto da Plettenberg Bay, e é marcada por uma enorme lagoa formada pelas águas salgadas do oceano Índico. Não, está não é uma matéria de turismo... Nessa cidade, assim com em grande parte do país, os SUVs e picapes predominam na paisagem.

LEIA MAIS: Mobilidade e zero emissões estão na rota da indústria automotiva

Impossível não pensar que alguns desses SUVs e picapes de médio-grande porte e esportivos que circulam no exterior fariam o maior sucesso no Brasil. O Toyota Fortuner, por exemplo. Um SUV que está no topo das vendas da categoria na África do Sul.

A Toyota prepara um facelift do Fortuner para 2019, o primeiro desde o lançamento da nova geração do veículo, há três anos. Este ano, o modelo também entrará no mercado norte-americano. A versão atualizada continuará a apresentar o conjunto existente de motores, que inclui um diesel de 2,8 litros e um a gasolina de 2,7 litros. O motor diesel turbo de 4 cilindros em linha é capaz de produzir 174,5 cv de potência. As opções de transmissão incluem um manual de seis marchas e uma unidade automática de seis marchas.

Everest e X-Trail

Montado com a mesma mecânica da Ranger, o   Ford Everest poderia fazer sucesso entre os SUVs e picapes no Brasil
Divulgação
Montado com a mesma mecânica da Ranger, o Ford Everest poderia fazer sucesso entre os SUVs e picapes no Brasil

Os SUVs espaçosos vem se tornando um segmento muito procurado nessa categoria de veículos. Daí, o Ford Everest, um utilitário esportivo montando na mesma base mecânica da Ranger, faz sucesso e poderia ser outra uma boa opção para o Brasil.

LEIA MAIS: Mustang X Camaro: rivais chegam em novas versões ao mercado brasileiro em 2019

A Ford apresentou o Ford Everest 2019 com um novo motor 2.0L BiTurbo I4 Diesel emparelhado com a transmissão automática de 10 velocidades. Tem as versões Trend e Titanium - essa última com alto padrão de tecnologia. Pode ter duas ou três filas de assento. Boa opção para grandes famílias.

Um entre os SUVs e picapes com estreia prevista para o Brasil este ano. O X-Trail tem também uma versão híbrida
Divulgação
Um entre os SUVs e picapes com estreia prevista para o Brasil este ano. O X-Trail tem também uma versão híbrida

Outro SUV que merece atenção é o Nissan X-Trail , que teve uma primeira aparição no Brasil em novembro durante o Salão de Automóvel. Ele também se destaca por oferecer tecnologia híbrida. Com um motor DOHC MR20 de 2 litros com 16 válvulas e quatro cilindros que gera 140 cv e 19,9 kgfm de torque e outro elétrico com 40 cv adicionais e torque de 16,3 kgfm, o X-Trail Hybrid é capaz de entregar consumo de até 19,6 km/l na estrada.

LEIA MAIS: Saiba quais são os novos SUVs que estão prestes a chegar ao mercado

Sob o capô, há também a oferta do motor 2.5 de 171 cv e câmbio CVT, o mais comum nas maioria dos mercados. Provavelmente será a escolha da Nissan para o Brasil. O X-Trail seria um concorrente direto para modelos como Jeep Compass, Volkswagen Tiguan, Honda CR-V e Toyota RAV4.

Wildtrack e Raptor

Entre os SUVs e picapes mais imponentes, a Ranger Wildtrack poderá ser produzida também na América do Sul
Divulgação
Entre os SUVs e picapes mais imponentes, a Ranger Wildtrack poderá ser produzida também na América do Sul

A Ranger Wildtrack poderá ser no Brasil uma nova versão dessa linha de picapes, acima da Limited. A Wildtrack, que já faz sucesso em várias vários países, deverá custar acima R$ 185.000 no mercado brasileiro. Estima-se que a inédita versão chegue para o mercado no segundo semestre, produzida na fábrica de Pacheco, na Argentina.

LEIA MAIS: Veja quais são as novas propostas para os carros médios no Brasil

O motor é o conhecido cinco cilindros diesel de 3,2 litros e 200 cv. da atual Ranger. O câmbio também é o mesmo automático de seis marchas usado em outras versões. Bem equipada, virá com sistema multimídia e controlador de cruzeiro adaptativo, além de sensor de obstáculos traseiro e alerta de mudança de faixa.

Entre os SUVs e picapes mais esportivos, a Ranger Raptor, criada pela Ford Performance, assegura a diversão ao volante
Divulgação
Entre os SUVs e picapes mais esportivos, a Ranger Raptor, criada pela Ford Performance, assegura a diversão ao volante

Entre os equipamentos exclusivos destacam-se a grade trapezoidal e rodas de alumínio de 18 polegadas. Por dentro, o veículo se diferencia pelos bancos, painel, portas e volante revestidos de couro com apliques na cor laranja, além de sistema Sync com tela de oito polegadas.

LEIA MAIS: Conheça o futuro dos carros e os novos caminhos do setor automotivo no Brasil

Falando em picapes, a Ford África Austral começou a produção experimental da nova Ranger Raptor na sua fábrica em Pretória. Em preparação para a produção em larga escala, a fábrica produziu as primeiras dez unidades da Ranger Raptor no que a marca descreve como uma "fase de construção", implementada para validar sua linha de montagem amplamente modernizada.

O investimento para produzir e lançá-la foi de 250 milhões de dólares. Segundo a montadora, a Raptor Ranger deve começar a ser vendida na África do Sul no primeiro trimestre de 2019. Além das vendas locais, a produção será destinada à exportação para todo o continente africano, Europa, Oriente Médio e provavelmente América do Sul

LEIA MAIS: Por que os carros subcompactos não deslancham no Brasil?

O Ford Ranger Raptor é um modelo emocionante e apresenta uma dimensão totalmente nova para o mercado de pick-ups. Foi criado pela Ford Performance, divisão da empresa para veículos especiais.

Bem, espera-se que uma nova ordem econômica no Brasil favoreça os investimentos e até acordos comerciais multilaterais do setor automotivo. Assim, o consumidor brasileiro poderá ganhar novas opções que circulam pelo mundo, como todos esses SUVs e picapes . Vamos torcer.