Tamanho do texto

Principal exposição americana mostra uma série de lançamentos que vão estar no Brasil. Saiba mais detalhes e confira a galeria

Considerado o primeiro evento do ano, o Salão de Detroit (EUA) conta com uma série de novidades, entre as quais algumas que virão ao Brasil. Já não se fala mais em tantos protótipos na exposição americana, como costumava acontecer. Agora, o foco são os SUVs, bem como os carros elétricos e autônomos. Também não há muitos superesportivos. Um dos poucos que estão sob a luz dos holofotes é o BMW i8 Roadster, versão com capota removível do supercarro elétrico da marca alemã que aparece na galeria acima. 

LEIA MAIS:  Novo Audi A7 é mostrado no Salão de Detroit e está estará no Brasil 

Entre as principais lançamentos do Salão de Detroit, destaca-se da nova geração do Volkswagen Jetta , modelo que recebe a nova plataforma MQB, a mesma do Golf. Com isso, o carro passou a ficar mais leve, eficiente, sofisticado e espaçoso, além de ser ganho um visual arrojado, com linhas inspiradas nas do sedã topo de linha da marca, o Arteon. O conjunto mecânico muda pouco, exceto pela inclusão de um câmbio automático, de oito marchas. Tanto no Brasil quanto nos EUA, a novidade chega às lojas no segundo semestre, vinda do México, onde é fabricado.

Destaque também para o BMW X2 , um SUV com aspecto mais esportivo que o X1, que mede 4,26 metros de comprimento por 1,82 m de largura e 2,67 m de entre-eixos. Vem com porta-malas de bons 470 litros, um pouco menor que os 505 litros do X1. Deverá ser vendido no Brasil a partir do segundo semestre, com motor 2.0, turbo, de 192 cv, potência suficiente para acelerar de 0 a 100 km/h em 7,7 segundos e atingir 231 km/h, de acordo com a fabricante.

Entre os modelos importados, interessa ao Brasil o Mini renovado, cuja chegada ao País está confirmada para o segundo semestre. O carrinho recebeu apenas retoques bem discretos no desenho e ainda mais opções de personalização, um dos pontos fortes do modelo. E no estande da Mercedes-Benz, o sedã esportivo  CLS 53 AMG é outro que vai desembarcar por aqui com novo desenho e motor de 430 cv. 

 As donas da casa

 Outro carro que virá ao Brasil e que estreia em Detroit é o novo Jeep Wrangler que passa a ter uma nova estrutura de alumínio, que ajudou a deixá-lo 90 kg mais leve em conjunto com o novo motor 2.0, turbo. Tudo isso deverá contribuir bastante tanto com o desempenho quanto com a economia de combustível. Também chega ao Brasil no segundo semestre deste ano.

LEIA MAIS: Ford homenageia Mustang Bullitt com edição especial do cupê esportivo

Da Ford virá ao Brasil versão renovada da Ranger . A picape tem apenas retoques no desenho, que inclui nova grade frontal, farois com luzes diurnas de LED e lanternas com novos detalhes entre as principais novidades. Há também do Edge ST, versão esportiva, com motor V6 2.7, sobrealimentado, capaz de chegar nos 335 cv e que funciona com câmbio automático de 8 marchas. Infelizmente, não deverá ser encontrado nessa configuração no Brasil, ao contrário da picape, que chegará renovada.

A GM não apresentou grandes novidades no Salão de Detroit, exceto a nova geração da picape Silverado , que não será vendida no Brasil, uma vez que o foco da marca no País continuará sendo a S10.  Em homenagem aos 100 anos das picapes da marca da gravata dourada, a fabricante apresenta a série comemorativa. Pode vir com motores  4.3, V6, 5.3 , V8 (este com uma opção híbrida, para uma maior eficiência energética) e um imenso V8 6.2, do Corvette.

LEIA MAIS: Mini Cooper chegará ao Brasil no segundo semeste com novidades 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.